Moksha: plataforma utiliza Inteligência Artificial para auxiliar agentes

A Moksha coleta e gerencia dados a partir do mapeamento das atividades publicadas em redes sociais das pessoas nos últimos três anos

Moksha

A Moksha acaba de chegar ao mercado de turismo. Trata-se de uma plataforma que utiliza inteligência artificial para traçar o perfil dos viajantes visando a oferta de pacotes atrativos e assertivos de acordo com os hábitos dos próprios clientes.

“Com o Moksha é possível termos um perfil muito claro de quem é o cliente tendo como objetivo elevar a sua experiência nas viagens que pretende realizar. É uma plataforma que vai gerar muitos benefícios e maior produtividade aos agentes de viagens pois ele terá todas as informações disponíveis na palma da mão para maximizar suas vendas e tomar as decisões mais inteligentes”, afirma Alexa Rodrigues Zomenhan, fundadora e CEO do Moksha.

São disponibilizados dados como: período do ano que a pessoa costuma viajar, tempo médio das viagens, preferências por tipos de hospedagem, destinos que mais gosta, se prefere mais destinos nacionais ou internacionais, preço médio das refeições e tipos de restaurantes que visitou, transportes utilizados (cias aéreas e classe dos voos, e modelos de carros alugados), atividades de lazer realizadas nos lugares que visitou, entre outras informações.

Na página do Moksha, os usuários conseguem ainda filtrar as características dos clientes por categorias, relacionando, por exemplo, os restaurantes visitados em determinado destino visitado pelo cliente. A plataforma também permite a importação de dados históricos dos clientes e gera insights exclusivos para o agente se antecipar com a oferta de pacote ideal para cada um dos seus clientes.

A Moksha está disponível em desktop e dispositivos móveis, e os usuários têm acesso à ferramenta por meio de planos mensal e anual. Importante ressaltar que o recurso segue todos os padrões e determinações da Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) e também da General Data Protection Regulation (GDPR) europeia.

Deixe uma resposta