Monte Verde (MG) retorna à fase vermelha a partir do próximo sábado (17)

Após governo anunciar o decreto, a Agência de Desenvolvimento de Monte Verde e Região elaborou manifesto em prol do turismo consciente

Monte Verde

Após permanecer 31 dias com comércio e turismo fechados, Monte Verde (MG) volta, a partir deste sábado (17), à onda vermelha do plano Minas Consciente e retoma o funcionamento dos setores com 50% da capacidade de atendimento. A decisão foi anunciada pelo Governo do Estado de Minas Gerais hoje (15). Em conjunto com 17 associações comerciais de destinos turísticos mineiros, a Agência de Desenvolvimento de Monte Verde e Região (Move) elaborou uma carta-manifesto defendendo o turismo consciente, que foi entregue ao Estado na última segunda-feira (12).

“Com base no que vivemos no nosso distrito nos últimos meses, entendemos que é possível retomar de forma responsável, consciente e com segurança, sem uma radicalização prejudicial aos meios de sobrevivência da população. Em reunião com o secretário estadual de Cultura e Turismo, Leônidas de Oliveira, ele afirmou que o modelo adotado por Monte Verde durante a pandemia deverá ser utilizado como referência às demais localizações”, afirma Rebecca Wagner, presidente da agência.

A estimativa é que o período de portas fechadas tenha causado um prejuízo de cerca de R$ 15 milhões ao distrito, que conta com, aproximadamente, 740 empresários, sendo 80% deles de pequeno porte. Para minimizar as perdas, que se acumulam desde o ano passado, a Move desenvolveu um pacote de ações que auxiliam na sobrevivência dos negócios locais.

“Criamos protocolos diferenciados de atendimento em todos os nossos estabelecimentos. A higienização e o distanciamento, principalmente, foram amplamente respeitados, e continuaremos seguindo as orientações das autoridades de saúde para manter o funcionamento do setor em plena segurança”, ressalta.

Nesta fase do Minas Consciente, a onda vermelha permite o funcionamento de todas as atividades, porém, com as seguintes regras:

  • Funcionamento dos estabelecimentos com 50% da capacidade de ocupação;
  • Máximo de 30 pessoas por evento;
  • Capacidade de 10 metros quadrados por pessoa;
  • Distância linear de três metros entre as pessoas.

Deixe uma resposta