Movida cresce 9,6% na receita no 4ºT de 2020; veja outros dados

De acordo com dados prévios da Movida (que ainda não foram auditados), RAC e Gestão de Frotas cresceram 7,6% e 7,4%, respectivamente

Movida
Renato Franklin, CEO da Movida (Foto: Divulgação)

A Movida, que estreou no índice Carbono Eficiente, divulgou, no último domingo (10), dados prévios não auditados do quarto trimestre de 2020, a fim de atualizar o mercado sobre a estratégia da companhia quanto à pandemia do novo coronavírus (covid-19). De acordo com Renato Franklin, CEO da Movida, o aluguel de carros sai ainda mais forte da pandemia, sobretudo produtos por assinatura que já começam a contribuir para a evolução da empresa.

“Os nossos números operacionais e de receita mostram um resultado superior em relação ao período anterior à chegada do coronavírus no País. Este desempenho reforça que a adequada estratégia que traçamos no início da pandemia aliada a uma forte alta temporada com a prioridade do turismo doméstico e terrestre coloca a empresa em um novo ciclo de crescimento acelerado para 2021”, declara Franklin, que apresentou tendência do setor recentemente.

Segundo levantamento da Movida, o número de diárias cresceu 7,6% em Rent a Car (RAC) e 7,4% em Gestão e Terceirização de Frotas (GTF), se comparado com o mesmo período do ano anterior. A receita evoluiu 9,6% no mesmo período, apontando aumento na rentabilidade. Houve, também, um novo recorde na taxa de percentuais no RAC, atingindo 84,4%, expansão de mais de cinco pontos percentuais, motivada pela retomada da demanda de lazer e locação de curto prazo.

As informações não foram auditadas ou revisadas por auditoria independente e se baseiam nas perspectivas atuais da administração da companhia. Os resultados podem sofrer alterações e diferir das atuais informações. O documento pode ser conferido neste link.

Deixe uma resposta