Movida esclarece dúvidas sobre carro elétrico; confira

A Movida já disponibilizou os veículos elétricos para locação em lojas de São Paulo, Rio de Janeiro, Guarulhos, São Caetano e Campinas

movida
Foto: reprodução

Nesta quarta-feira (13), a Movida compartilha com o mercado as dez principais dúvidas dos clientes na hora de alugar um carro elétrico. Os emplacamentos deste modelo até outubro do ano passado cresceram cerca de 110% na comparação com o mesmo período do ano anterior, de acordo com dados da Associação Brasileira de Veículos Elétricos (ABVE).

“A chegada do carro zero emissão nas nossas lojas, no final do ano passado, faz parte da contribuição da Movida para a evolução da mobilidade urbana sustentável e eletrificada no País. Com ele, já é possível ter esta experiência e desmistificar o carro elétrico”, afirma Jamyl Jarrus, diretor comercial da Movida.

O executivo reforça que a procura do brasileiro por este tipo de veículo vem aumentando ano a ano, porém as dúvidas de utilização ainda geram barreiras para o seu aumento nas ruas das grandes cidades. Os veículos disponíveis para locação na Movida são do modelo Nissan Leaf Tekna.

Confira as respostas da Movida para as principais dúvidas dos consumidores:

1- O veículo vem com carregador? É possível carregar em casa?
Sim. O veículo é disponibilizado para locação com carga total ou parcial, um carregador com conector de tomada residencial.

2- É necessário esperar até que a bateria do carro descarregue totalmente para recarregá-la?
Não é necessário esperar que a bateria do veículo se descarregue por completo para realizar uma recarga. As baterias de lítio se beneficiamde cargas parciais e não perdem autonomia com os intervalos de recarga.

3- Qual autonomia do veículo? Quanto tempo dura a bateria?
A autonomia da bateria é de até 200Km, podendo variar de acordo com o estilo de condução como em um veículo de combustão.

4- Em grandes congestionamentos, há risco de o veículo ficar sem bateria?
Em um congestionamento existe um consumo mínimo da bateria para manter os equipamentos de conveniência e entretenimento em funcionamento, como ar-condicionado, sistema de som, faróis etc.. O risco de ficar sem energia é equivalente a ficar sem combustível. Neste caso, a grande vantagem é que os motores elétricos são mais eficientes e não consomem combustível como ocorre em um veículo a combustão.

5- Ar condicionado, rádio ou luzes descarregam a bateria do veículo elétrico?
Assim como nos veículos a combustão, a utilização destes equipamentos consome energia da bateria de 12v e, como ela é alimentada pela bateria principal, há um consumo mínimo.

6- O carro elétrico pode ser recarregado na chuva?
Sim, porque os pontos de recarga públicos e os dos próprios carros são feitos com materiais resistentes à água. Mesmo assim, é preciso tomar os mesmos cuidados em relação a qualquer outro equipamento elétrico, como evitar que a chuva caia diretamente sobre o conector ou aporta de recarga.

7- Veículo elétrico pode ser lavado normalmente em lava-rápido?
O procedimento é seguro, porque durante seu desenvolvimento os veículos elétricos passam por simulações de lavagem e também de chuva pesada com alagamento, a fim de assegurar que estarão totalmente protegidos em contato com a água.

8- O veículo elétrico é isento do rodízio?
Sim. O veículo é isento de rodízio de acordo com a Lei nº 15.997 de 27 de maio de 2014, os veículos elétricos, movidos a hidrogênio e os híbridos estão isentos do cumprimento da restrição determinada pelo Rodízio Municipal de Veículos.

9- Qual categoria necessária de habilitação para conduzir o carro elétrico?
A categoria B é mesma utilizada para os motoristas de automóveis tradicionais.

10- É possível carregar os veículos nos pontos urbanos disponíveis pela cidade?
Sim, nesse caso há a opção de contratação do adaptador para carregador junto com a locação.

Deixe uma resposta