Movida registra o melhor primeiro trimestre da história; confira

Considerando o acumulado dos últimos 12 meses, todos os principais indicadores da Movida bateram recordes no primeiro trimestre de 2019

0
Renato Franklin, CEO da Movida (Foto: Divulgação)
Renato Franklin, CEO da Movida (Foto: Divulgação)

A Movida registrou o melhor primeiro trimestre da sua história em 2019. Entre janeiro e março de 2019, o lucro líquido atingiu 42 milhões (+56%); o Ebtida registrou R$ 150 milhões (+46,2%) e a receita bruta 862 milhões (+33%).

Considerando o acumulado dos últimos 12 meses, todos os principais indicadores da Movida bateram recordes no primeiro trimestre de 2019 na comparação com o mesmo período do ano passado.

No período, o lucro líquido da Movida atingiu R$ 175 milhões (+143%), o Ebtida registrou R$ 529 milhões (+54%), o Retorno sobre o Patrimônio dos últimos 12 meses (ROE LTM) entregou 11,8% (+ 6,1 p.p.) e a receita bruta 2,9 bilhões (+13%).

Um dos destaques do resultado do primeiro trimestre de 2019 foi a área de seminovos, que entregou outro recorde com mais de 12,7 mil carros vendidos (+42% em relação ao 1T18 e +27% na comparação com 4T18).


LEIA MAIS

+ Movida investe no mercado carioca e abre nova unidade no Rio de Janeiro
+ Movida lança aluguel de carro via QR Code; confira
+ Movida apresenta novos modais de transporte na WTM

Esta marca é fruto de diversas ações realizadas ao longo de 2018, com ênfase para remodelação do sistema de precificação e distribuição, além da nova estratégia da marca de seminovos, que gerou uma identidade visual diferenciada.

A evolução também é consequência de ações e investimentos focados, principalmente, no avanço tecnológico e no atendimento ao cliente, com destaque para pessoa física. No segmento mobile, por exemplo, a Movida cresceu 165%.

Este desempenho, somada à ampliação dos veículos rastreados, permite realizar uma gestão cada vez mais inteligente através da operacionalização do carro conectado.

“O crescimento sequencial de vendas de automóveis vem confirmar a nossa capacidade de alavancagem e mostra a sustentabilidade do ciclo do nosso negócio. Estamos confiantes de que superaremos sequencialmente nossas próprias marcas, levando esta linha de negócio a breakeven de margem Ebitda no curto prazo”, ressaltou Renato Franklin, CEO da Movida.


Leia Também:

Localiza estima aumento internacional com isenção de vistos
Unidas investe em carros maiores e quer ampliar a rede
Turismo representa 48% das locações de veículos; veja mais

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here