MSC realiza fampress e anuncia 5 navios para temporada 22/23 no Brasil

De acordo com a MSC, espera-se que ao menos 210 mil hóspedes sejam recebidos em todos os navios no Brasil até o final desta temporada

MSC
Adrian Ursilli e Ignacio Palácios (MSC)

Com cinco navios destinados ao mercado brasileiro durante a temporada 2022/2023, a MSC Cruzeiros estreou, para 2021/2022, o Seaside no Brasil. A cerimônia contou com Selley Storino, secretária de Turismo de Santos (Setur Santos/SP), nomeada madrinha do navio na região.

Adrian Ursilli e Selley Storino, secretária de Turismo de Santos
Adrian Ursilli e Selley Storino, secretária de Turismo de Santos. (Divulgação/MSC)

Além de trazer os navios MSC Armonia, Fantasia, Musica, Seaview e Seashore, a empresa também informou outra novidade. Entre 1 e 4 de dezembro, a armadora conduz um fampress para, aproximadamente, 250 agentes de viagens e operadores de turismo do Brasil. O objetivo é apresentar as novidades que virão nas duas próximas temporadas.

Segundo Adrian Ursilli, diretor da MSC Cruzeiros para o Brasil, o Seaside é o número um da classe em tamanho de área aberta. “É um navio providencial para esse momento de retomada, com a maior área externa do mundo. Isso combina perfeitamente com o que as pessoas estão buscando: um bom cruzeiro com o máximo de contato com a natureza, ar livre e vista do litoral nacional”, diz.

Adrian Ursilli, diretor da MSC Cruzeiros para o Brasil
Adrian Ursilli, diretor da MSC Cruzeiros para o Brasil. (Divulgação/MSC)

Para William Villain da agência TW Vagens e Turismo, de Blumenau (SC), o anúncio apenas reforça a sensação de segurança transmitida pela MSC nesse período de retomada econômica: “Poder estar a bordo aqui e ver como as coisas estão funcionando, para poder repassar isso, é muito importante nesse momento. Precisamos mostrar aos nossos clientes que as coisas estão retomando com segurança e que dá para voltar a navegar tranquilamente pelo Brasil”.

William Villain da agência TW Vagens e Turismo
William Villain da agência TW Vagens e Turismo. (Divulgação/MSC)

Já para Alyxala Veiga, da agência On Way Travel de Joinville (SC), o foco do momento é na capacitação: “É importante que revisemos nossos conhecimentos, aprendendo tudo aqui, como está funcionando, e poder perceber que tudo continua funcionando perfeitamente bem, e o mais importante é perceber que continua um prazer poder fazer um cruzeiro, mesmo com todos os protocolos exigidos. Com certeza isso fará muita diferença na hora de comercializar para meus clientes”.

Alyxala Veiga, da agência On Way Travel
Alyxala Veiga, da agência On Way Travel. (Divulgação/MSC)

MSC: atuação

Até março, quando se encerra a temporada 21/22 de cruzeiros, a MSC terá oferecido um total de 104 mil cabines para comercialização, com expectativa de atender 220 mil passageiros.

De acordo com Ignacio Palacios, diretor de Vendas da empresa, a expectativa é que, no mínimo, 220 mil hóspedes sejam recebidos em todos os navios operando no Brasil até o final desta temporada. “O mercado brasileiro tem potencial para mais e, até por isso, anunciamos cinco navios para a temporada seguinte”, complementa.

Ignacio Palacios, diretor de Vendas da MSC
Ignacio Palacios, diretor de Vendas da MSC. (Divulgação/MSC)

A primeira viagem do Sea Side no Brasil fará o trajeto saindo de Santos, indo até Ilha Grande (RJ) e retornando ao município no litoral paulista. Serão três noites a bordo, mas o navio continua no país até o fim da temporada.

Em março do próximo ano, ele fará rotas mais longas, incluindo o litoral sul e Nordeste.

*Brasilturis Jornal viaja a convite da MSC Cruzeiros

Deixe uma resposta