MTur aprova projetos de São Sebastião com financiamento de R$150 mi

1
Ministro assina selos para entregar ao prefeito de São Sebastião (SP)

Marcelo Álvaro Antônio, ministro do turismo, entregou, na tarde da última quarta-feira (27), dois selos Oficiais + Turismo para o município de São Sebastião, em São Paulo. A chancela de aprovação do MTur credencia projetos que pleiteiam financiamento junto aos bancos operadores do programa de crédito Prodetur+Turismo. Juntas, as duas propostas de estruturação do destino somam R$ 150 milhões.

O projeto das três marinas públicas, no valor de R$ 100 milhões, pode receber até três mil embarcações com uma infraestrutura de padrão internacional para clientes e usuários.

“Se pensarmos que cada embarcação de esporte e recreio gera, no mínimo, sete empregos, temos um grande potencial nesse sentido. Saímos do ministério extremamente animados e com uma perspectiva positiva por estes projetos representarem um salto de qualidade no turismo em toda a região”, comentou o prefeito Felipe Augusto.

LEIA MAIS: MTur reforça divulgação de destinos durante Rally dos SertõesMTur monitora ações de segurança para carnaval em São Paulo
+ Segurança de turistas é pauta entre Setur-CE e MTur em Brasília

Álvaro aproveitou para destacar a importância das iniciativas para impulsionar o turismo na região e contribuir para a geração de riqueza e postos de trabalho no País. “Vivemos em um País com um enorme potencial turístico mas precisamos proporcionar condições para que este potencial se desenvolva e contribua cada vez mais para a geração de emprego e renda no Brasil”, afirmou o ministro.

Já o segundo selo foi concedido ao projeto de construção de um aeroporto municipal, no valor de R$ 50 milhões, que visa melhorar a conectividade da cidade para atrair mais turistas.

Eco Park Club

O ministro do turismo concedeu o Selo+Turismo para o Eco Park Club, em Campo Grande, Mato Grosso do Sul. O projeto, no valor de R$ 20 milhões, prevê a ampliação, qualificação e fortalecimento do empreendimento por meio do crescimento da estrutura hoteleira, bem como a construção de um complexo aquático com piscina de ondas e outros atrativos.

“O estado se ressentia de não ter um parque aquático nos moldes de outros existentes que estão em funcionamento no país, mas esse projeto irá resolver essa questão. Além disso, vai contribuir para o avanço da atividade turística na capital sul-mato-grossense ao estimular que os turistas permaneçam mais tempo em nossa cidade”, explicou Cícero Ávila, diretor presidente do empreendimento.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here