MTur registra mais de 15 mil inscritos em curso de atendimento ao turista

Objetivo da iniciativa é melhorar a qualidade do serviço prestado aos visitantes e a gestão do Turismo
Mtur
95% das pessoas apontaram a flexibilidade de horário e local para estudar como a principal motivação da qualificação, segundo o MTur

O curso de atendimento ao turista Brasil Braços Abertos (BBA), oferecido pelo Ministério do Turismo (Mtur), atingiu a marca de 15.875 inscritos. Os alunos têm até o dia 30 de março para concluir as aulas que dão direito a certificado válido como curso de extensão.

A região Sudeste se destacou em número de inscritos (49,8%), seguida do Nordeste (20%), do Sul (17,1%), do Centro-Oeste (6,5%) e do Norte (5,2%). O maior número de alunos é de São Paulo (3.650). Na sequência, Rio de Janeiro (2.325), Minas Gerais (1.525), Santa Catarina (1.094) e Rio Grande do Sul (979).

Os residentes em outros países somam 115 inscritos, com destaque para Argentina (48), Venezuela (11), Portugal (6), Chile (6) e Uruguai (5).

Brasil Braços Abertos

O BBA é uma plataforma online gratuita aberta a pessoas com mais de 15 anos e se destina a profissionais que já atuam ou pretendem operar no setor. A capacitação possui 80 horas-aula, abre inscrições a cada ano e se divide em quatro módulos: Introdução, Atendimento, Comunicação e Temas Transversais.

O curso utiliza linguagem simples e engloba conteúdos como noções de inglês, Ética e Marketing, transmitidos por meio de jogos e vídeos. Para concluí-lo, é necessário somar 696 pontos para ao final, o próprio aluno emitir seu certificado.

A iniciativa e a certificação são chanceladas pelo MTur e pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro (IFRJ). O BBA atende ao público por meio do endereço eletrônico [email protected] ou do telefone gratuito 0800 200 8484.

Motivações

De acordo com uma pesquisa promovida pelo MTur com alunos da última edição, 95% apontam a flexibilidade de horário e local para estudar como a principal motivação da qualificação. Outros 90% citam a chance de aperfeiçoamento profissional como diferencial.

A manauense Ivânia Fernandes é técnica em guia de turismo e acaba de terminar o curso. Todos os dias, ela atende turistas brasileiros e estrangeiros interessados em conhecer as belezas amazônicas encontradas na cidade de Manaus.

“O curso me ajudou muito a reciclar as informações de como oferecer um bom atendimento aos visitantes. A região Norte recebe muitos turistas e precisamos sempre estudar e nos atualizar”, comenta.

Ainda segundo o levantamento, 84% falam da possibilidade de obter um certificado como motivação. Já 80% elegem a facilidade de acesso às aulas e, por fim, 77% indicam a ampliação das oportunidades de inserção no mercado de trabalho.


Leia Também:

– Ministério do Turismo incorpora Secretaria da Cultura
– Ministério do Turismo: militares ajudam em ação na costa do ES
– Ministério do Turismo: mercado de feiras cresce e reforça setor no Brasil

Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui