MTur discute Pronatec “in company”

Por: Carolina Maia

Representantes de secretarias estaduais e municipais de Turismo e entidades ligadas ao setor participaram nesta quarta-feira, dia 26, no Ministério do Turismo, de reunião para discutir os procedimentos necessários à formação de turmas no Pronatec Copa “in company”.

 

De acordo com a assessora especial do MTur, Suzana Dieckmann, a partir das dúvidas e sugestões apresentadas, a pasta vai elaborar um manual com orientações sobre o programa, que será encaminhado para as secretarias. “A ideia é ajustar as ações de acordo com as necessidades e demandas que forem surgindo. O programa não está fechado”, explicou.

 

Para a representante do Senac Pernambuco, Dalvaneide Araújo, encontros como esse contribuem para melhorar o desempenho das atividades do programa. “É muito importante, principalmente para quem está na linha de frente, para efetivar as matrículas dos alunos”, declarou.

 

Além de esclarecer dúvidas, a reunião também serviu para a troca de experiência entre os estados. “Podemos ficar a par do que cada um está fazendo e, assim, identificarmos o que podemos melhorar”, disse o representante da Secretaria de Turismo de Pernambuco, Matson Cysneiros.

Ainda segundo Dieckmann, após a elaboração do manual, o MTur publicará uma portaria para informar os empresários sobre os procedimentos do programa. “Para que o programa dê certo, é preciso ter a participação de todos”, finalizou.

Pronatec In Company

O programa é uma vertente do Pronatec Copa e é destinado à qualificação de profissionais já empregados no turismo, por demanda do empregador, na frequência e nos horários de sua melhor conveniência.

Os cursos pleiteados são os mesmos do Pronatec, isto é, 29 cursos profissionalizantes, integralmente presenciais, em atividades ligadas ao receptivo turístico. O programa também disponibiliza capacitação nos idiomas inglês, espanhol e libras (língua brasileira de sinais). Atualmente, 117 municípios brasileiros estão contemplados com o programa.

Podem se inscrever nos cursos “in company” empresas ligadas ao ramo turístico, como hotéis, resorts, pousadas, restaurantes, agências de turismo, empresas de eventos, entre outros.

CM

Deixe uma resposta