MTur estuda criação de roteiro com adequação de parques

Durante vista em Minas Gerais, a pasta avaliou parques nacionais e estaduais, como parte da sequência de investimentos de R$ 150 milhões feita pela Vale

Uma equipe do Ministério do Turismo cumpriu agenda no último dia 30 de julho, em Minas Gerais. A ideia da visitar foi avaliar e busca adequação de parques nacionais e estaduais e de seus entornos, com intuito de criar roteiros e produtos turísticos dentro do segmento turismo de natureza. A visita é uma sequência do investimento de R$ 150 milhões, que será feito pela empresa Vale após acordo com o Governo Federal. O recurso será utilizado para a reforma de sete parques.

Segundo Daniel Nepomuceno, o secretário-executivo, o projeto é de suma importância para potencializar este segmento no País, que tem crescido entre os turistas estrangeiros. “Precisamos desenvolver este tipo de turismo no país. Temos grandes e lindos atrativos, que aliados à diversidade sociocultural e à conservação da biodiversidade, poderão ajudar o nosso setor a estar de volta aos trilhos do crescimento, gerando emprego e renda para nossa população”, destacou.

Além de Minas Gerais, o Ministério do Turismo já está conversando com os estados do Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul para, também, inseri-los no plano. Dados do ICMBio estimam que os visitantes gastaram cerca de R$ 2 bilhões nos munícipios do entorno das unidades de conservação nacional, gerando cerca de 80 mil empregos diretos. Além disso, o turismo de natureza apresentou um aumento nos últimos anos de 27,3% na procura pelos turistas estrangeiros.

Ainda durante a visita, os secretários assistiram à uma apresentação sobre o projeto dos 300 anos do estado, a ser comemorado no dia 2 de dezembro. Na ocasião, o Ministério do Turismo confirmou o apoio às celebrações por meio de ações de promoção e marketing dos atrativos do estado para dentro do país.

Além disso, foi apresentado o projeto “Trilhas”, que consiste no ordenamento e transformação de percursos para que o estado entre no circuito mundial de mountain bike. De acordo com o grupo, Minas Gerais possui o segundo maior conjunto de trilhas do mundo, com 380 km de extensão, só perdendo para o Canadá.


Deixe uma resposta