MTur lança editais do Prêmio Nacional de Turismo; veja como participar

O prêmio reconhece e condecora iniciativas de destaque do segmento. Os projetos podem ser inscritos até o dia 17 de outubro
Foto: Roberto Castro/MTur

O Ministério do Turismo (MTur) publicou, nesta segunda-feira (2), os editais do Prêmio Nacional de Turismo 2019, que visa identificar, reconhecer e premiar ações de destaque do turismo e profissionais que tenham inovado ou trabalhado de forma proativa para o desenvolvimento do Turismo no País. As inscrições da iniciativa promovida em parceria com o Conselho Nacional de Turismo (CNT), seguem até dia 17 de outubro. As inscrições podem ser realizadas neste link.

Serão 11 categorias premiadas:

  • Fortalecimento da Gestão Integrada e Descentralizada do Turismo
  • Gestão de Dados e Monitoramento no Turismo
  • Sensibilização, Qualificação, Certificação e Formalização no Turismo
  • Aproveitamento do Patrimônio Cultural para o Turismo
  • Aproveitamento do Patrimônio Natural para o Turismo
  • Turismo de Base Local
  • Produção Associada ao Turismo
  • Turismo Social
  • Tecnologia no Turismo
  • Marketing e Comercialização do Turismo
  • Melhoria do Ambiente de Negócios e Atração De Investimentos

LEIA MAIS:Ministério do Turismo repassa R$ 34 milhões para mais de 300 cidadesMinistério do Turismo e da Cidadania se unirão para recuperar Brumadinho
+ Comitiva chinesa realiza visita ao Ministério do Turismo e reforça parceria

De acordo com Marcelo Álvaro Antônio, ministro do Turismo, o prêmio buscar reforçar o engajamento por avanços. “Vivemos um momento único no turismo, com uma série de medidas do governo Bolsonaro que estão dinamizando o aproveitamento do nosso potencial. Isso exige crescente inovação, a fim de garantir boas experiências aos turistas que cada vez mais nos escolhem como destino. O objetivo é não apenas reconhecer ações, mas apontá-las como grandes exemplos a serem seguidos”, frisa.

É válida a participação da seleção entidades pública, instituições do Sistema S – como Sebare, Senac e Sesi –, entidades da sociedade civil organizada, pessoas jurídicas, representantes de grupos coletivos e empreendimentos turísticos. É necessário que os participantes cumpram os seguintes requisitos:

  • Serem aplicáveis especificamente no setor de turismo
  • Apresentar resultados mensurados e efetivos que impactaram o turista e o desenvolvimento do ramo nos últimos 24 meses
  • Não terem sido premiadas anteriormente

As propostas serão submetidas a uma comissão julgadora, composta por representantes do MTur, do CNT e especialistas nas categorias. O resultado preliminar da etapa de habilitação dos projetos vai ser divulgado no dia 30 de outubro. Já o resultado preliminar dos finalistas será anunciado no dia 21 de novembro.

As publicações estarão no site do MTur e o anúncio dos vencedores do prêmio ocorrerá durante a cerimônia marcada para o dia 5 de dezembro deste ano, em Belo Horizonte, em Minas Gerais.

Reconhecimento profissional

Além disso, o Prêmio Nacional de Turismo também vai condecorar com medalhas e certificados os profissionais inovadores ou que tenham trabalhado pelo desenvolvimento do setor nos últimos 24 meses. Neste caso, a seleção é aberta somente a pessoas físicas, nas categorias:

  • Academia
  • Governo (Dirigentes e Técnicos)
  • Empreendedores de médio de grande porte
  • Micro e pequenos empreendedores
  • Organizações não-governamentais
  • Mídias sociais
  • Imprensa

LEIA MAIS:Anseditur celebra parceria com OMT e Ministério do TurismoGoiás receberá aporte do Sebrae, Embratur e Ministério do Turismo
+ Ministério do Turismo disponibiliza dados de inteligência do setor

A inscrição pode ser feita pelos próprios profissionais ou terceiros, desde que haja confirmação quanto à ciência do indicado, por meio do site do MTur. Os finalistas passarão por uma votação popular, realizada pela internet. A votação ficará disponível no site do Ministério entre 14 de novembro e 1º de dezembro.

Edição anterior

No ano passado, o 1º Prêmio Nacional do Turismo consagrou sete iniciativas que contribuíram para o fortalecimento do mercado de viagens, entre 208 projetos habilitados. Também foram reconhecidos cinco profissionais com atuação destacada na área, que disputaram a votação popular com outros 24 finalistas, num total de 44,2 mil avaliações. Confira as iniciativas e os profissionais vencedores.

Confira o convite de Marcelo Álvaro Antônio:


Leia também:
– Marcelo Álvaro Antônio reassume hoje o comando do Ministério do Turismo
– Setor de cruzeiros pode receber linha de crédito do BNDES, afirma MTur
MTur visita Ilha de Marajó (PA) em busca soluções de promoção local

Deixe uma resposta