MTur prorroga inscrições para o Prêmio Nacional do Turismo

O evento é organizado pelo MTur em parceria com o Conselho Nacional de Turismo (CNT) e a seleção identificará boas práticas no setor

0
Este ano, cerimônia do Prêmio Nacional do Turismo do MTur será realizada em Belo Horizonte (Foto - Roberto Castro-Divulgação)
Este ano, cerimônia do Prêmio Nacional do Turismo do MTur será realizada em Belo Horizonte (Foto - Roberto Castro-Divulgação)

Com quase 500 inscrições finalizadas para a segunda edição do Prêmio Nacional do Turismo, 227 a mais do que em 2018, a Secretaria Nacional de Desenvolvimento e Competitividade do Turismo do MTur decidiu dar mais uma chance a quem ainda não se inscreveu. O novo prazo para participar vai até 20 de outubro.

O evento é organizado pelo MTur em parceria com o Conselho Nacional de Turismo (CNT) e a seleção identificará boas práticas no setor. O anúncio dos vencedores será feito em 5 de dezembro, em evento realizado em Belo Horizonte (MG).

No ato da inscrição, é preciso se atentar a quatro pontos: seguir o modelo que deve ser preenchido e inserido no “Anexo 1”; responder as 19 perguntas; assinar o documento do “Anexo 2” que trata sobre o termo de compromisso e autorização de uso de imagem; e conferir se o cadastro da proposta está concluído.

Antes de desembarcar no Brasil após cumprir agenda internacional na China, o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, reforçou a importância da premiação. “O nosso objetivo é fazer uma grande festa de valorização desses profissionais, que tanto têm contribuído, ajudando cada vez mais a gerar emprego, renda e inclusão social por meio do turismo”.


LEIA MAISMTur organiza revitalização de patrimônios culturaisIsenção de vistos resulta em aumento de turistas estrangeiros, diz MTurMTur e Embratur reforçam investimentos durante fórum na China

Saiba mais sobre o prêmio do MTur

No grupo ‘Iniciativas de Destaque’, o Prêmio envolve 11 categorias: Fortalecimento da Gestão Integrada e Descentralizada do Turismo; Gestão de Dados e Monitoramento no Turismo; Sensibilização, Qualificação, Certificação e Formalização no Turismo; Aproveitamento do Patrimônio Cultural para o Turismo; Aproveitamento do Patrimônio Natural para o Turismo; Turismo de Base Local; Produção Associada ao Turismo; Turismo Social, Tecnologia no Turismo; Marketing e Comercialização do Turismo; Melhoria do Ambiente de negócios e Atração de Investimentos e Turismo Social.

No grupo “Profissionais de Destaque”, Academia; Governo – Dirigentes e Parlamentares; Governo – Gestores e Técnicos; Empreendedores de Médio e Grande Porte; Micro e Pequenos Empreendedores; ONG’s; e Imprensa e Mídias Sociais compõem o quadro de inscrições.

Podem participar entidades públicas; instituições do Sistema S, como Sebrae, Senac e Sesi; entidades da sociedade civil organizada; pessoas jurídicas; representantes de grupos coletivos e empreendimentos turísticos.

As iniciativas devem ser aplicáveis especificamente no turismo, apresentar resultados comprovados e benefícios que tenham afetado positivamente o visitante e o desenvolvimento do setor nos últimos 24 meses, além de não terem sido premiadas anteriormente.

Os projetos serão avaliados por uma comissão julgadora, composta por representantes do MTur, do CNT e especialistas. O resultado preliminar da etapa de habilitação vai ser divulgado em 30 de outubro, e o dos finalistas, no dia 22 de novembro, no site do Ministério.

Os concorrentes finais serão conhecidos em 29 de novembro, após um prazo para a apresentação de recursos.


Leia Também:
– Embratur lança ação “Rei do Rolê” para estrangeiros; confira
– MTur organiza criação de Sistema Nacional de Segurança Turística
Turismo Sustentável no Brasil é abordado por Embratur em Alagoas

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here