Mudanças no seguro viagem trazem segurança ao consumidor

A partir de 26 de março, o seguro viagem passou a ter novas regras. Entre as principais mudanças está a obrigatoriedade da cobertura de despesas médicas, hospitalares e odontológicas em viagens internacionais. Nas viagens nacionais, essa cobertura será opcional.

A resolução do CNSP (Conselho Nacional de Seguros Privados) também impõe o sistema de reembolso das despesas médicas, conforme a cobertura contratada, e a cobertura, obrigatória, em caso de morte, do transporte do corpo até o domicílio, o chamado regresso sanitário, além de remoções e transferências para clínicas ou hospitais mais próximos, em caso de necessidade.

De acordo com o CEO da QBE Brasil Seguros, Raphael Alexander Swierczynski, o segurado sai ganhando com as novas regras, uma vez que os planos eram comercializados sob a forma de assistência e não havia obrigatoriedade de coberturas mínimas.

A partir de agora, os planos passam a ser comercializados como seguros, sob a fiscalização da Superintendência de Seguros Privados (Susep) e com coberturas obrigatórias. Além disso, todas as companhias deverão oferecer atendimento em português, independente do local da viagem.

“Este seguro é muito importante para a segurança dos consumidores. Somente na QBE, que detém 40% de market share no Brasil, há 25 mil sinistros por ano. O seguro viagem é ainda pouco difundido e, na minha opinião, todos ganham com essa obrigatoriedade. Antes dessa medida, a QBE já dava total assessoria ao segurado, ao indicar hospitais, médicos, e até mesmo especialistas para casos urgentes”, afirmou o executivo.

Atenta as oportunidades e tendências de consumo, a seguradora aposta na inovação de produtos e no forte relacionamento com as principais empresas de cartões de assistência que fazem seguro para suas carteiras de serviços, o que permite maior solidez aos produtos que vendem e garantia a seus clientes.

Além das parcerias, o seguro da QBE também é comercializado em agências online que oferecem o produto após a venda do pacote de viagem, e também através de corretores especializados no segmento.

 

Equipe de Redação

Deixe uma resposta