Norwegian Air reporta prejuízo de US$ 170 milhões em 2018

1
Norwegian - Dreamliner
(Foto: Divulgação)

A Norwegian Air reportou um prejuízo líquido US$ 170 milhões para o ano financeiro de 2018. Segundo a companhia, o resultado se deve a problemas de motores, altos gastos com combustível e forte concorrência. No entanto, os custos caíram 12% durante o período.

Na semana passada, a empresa anunciou que buscaria levantar US$ 360 milhões de investidores para cobrir deficiências financeiras. Além disso, a Norwegian também estaria mudando seu foco estratégico de crescimento para lucratividade.

“A principal prioridade daqui para frente é o retorno à lucratividade por meio de uma série de medidas. Entre elas, incluindo um extenso programa de redução de custos, um portfólio de rotas otimizado e a venda de aeronaves”, disse a companhia em comunicado.

Redução de custos

Em janeiro, a Norwegian confirmou que implementará “medidas de redução de custos” para resguardar a sua segurança financeira em 2019. Em nota, a low cost afirma que está tomando medidas por conta da “competição dura e contínua, altos preços do combustível e desafios operacionais”.

Além disso, a companhia encerrará em abril as suas bases na Espanha, Itália e Estados Unidos. Palma de Maiorca, Gran Canaria e Tenerife, na Espanha, terão suas bases sencerradas. Nos Estados Unidos serão Stewart e Providence. Também será encerrada a base 737 no aeroporto Fiumicino, em Roma, mas manteria sua base Dreamliner lá.

Leia mais sobre Aviação.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here