Norwegian Cruise Line apresenta planta de futuro Centro de Excelência

O Centro de Excelência será instalado em Manila, nas Filipinas, já que 65% da tripulação são originários do Sudeste Asiático

0

A Norwegian Cruise Line Holdings divulgou, nesta segunda-feira (25), as plantas para o desenvolvimento e a construção do Norwegian Cruise Line Centro de Excelência para o treinamento de membros da tripulação, que será implantando em Manila, nas Filipinas.

O Centro de Excelência, com 18,58 mil metros quadrados, atenderá os novos e atuais membros da tripulação de toda a empresa, com treinamentos focados nas várias áreas de serviços a bordo. O campus permitirá que os participantes a plena imersão nos cursos, reduzirá o tempo de treinamento a bordo e elevará ainda mais os níveis dos serviços líderes no setor.


LEIA MAIS:
+ Norwegian Cruise Line lança segundo Conservation Cruise com Guy Harvey
+ Norwegian Cruise Line terá novo terminal exclusivo em Miami
+ Norwegian Cruise Line anuncia ajuda recorde ao Caribe

As instalações foram projetadas para oferecer aos participantes experiências reais da vida a bordo de um navio de cruzeiro. Para tanto, o Centro de Excelência incluirá réplicas de cabines, cozinha de bordo, cassino, serviço completo de var e áreas para treinamento de segurança. Programado para conclusão em dezembro de 2020, o centro fornecerá treinamento para oito mil tripulantes a cada ano.

“À medida em que a empresa continua a crescer e a executar o seu programa de ampliação da frota, com onze navios encomendados para até 2027, o Centro de Excelência permitirá capacitar e treinar as tripulações para atender à crescente demanda e proporcionar aos nossos hóspedes um alto nível de serviços”, disse Frank Del Rio, presidente e diretor executivo da Norwegian Cruise Line Holdings Ltd.

A empresa garantiu uma área de 291,3 mil metros quadrados, localizada próximo a Manila, onde planeja desenvolver o Centro de Excelência. A previsão é iniciar a construção ainda em 2019 e começar o funcionamento ao final de 2020.

Hoje, 65% da tripulação são originários do Sudeste Asiático e a companhia prevê demanda ainda maior por talentos da região, nos próximos anos. Por isso, a localização central das Filipinas, assim como o alto percentual de cidadãos multilíngues faz do país o lugar ideal para treinamento.


LEIA TAMBÉM:
- Santur ampliará participação de portos de Santa Catarina
- Cruzeiros injetam R$ 10 milhões na economia do Amazonas
- WTM Latin America terá participação de NCL, que apresentará novo navio

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here