Nova Zelândia restringe entrada de visitantes; saiba mais

A decisão aconteceu no sábado (14) e as medidas serão adotadas até 31 de março, quando uma revisão da situação envolvendo o novo coronavírus (covid-19) será realizada

Nova Zelândia
Bay of Islands, Nova Zelândia

Com objetivo de frear a propagação do novo coronavírus (Covid-19), o governo da Nova Zelândia anunciou novas restrições de entrada. A partir de agora, todas as pessoas que entrarem no país – de qualquer lugar do mundo – devem se isolar por 14 dias e se registrar na Healthline (0800 358 5453).

As medidas adicionais implementadas são temporárias e serão revisadas após um período de 16 dias em 31 de março. Mais informações sobre o que significa auto-isolamento podem ser encontradas no site do Ministério da Saúde da Nova Zelândia. A única exceção é para visitantes vindos das Ilhas do Pacífico.

Informações adicionais detalhadas sobre as restrições de viagem e fronteira do país, bem como conselhos e atualizações sobre a resposta da Nova Zelândia ao novo coronavírus COVID-19 podem ser encontrados nos seguintes sites do governo:

Além da posição governamental, a Oceania Pacific Specialists (OPS), operadora de turismo especializada no destino, divulgou uma nota oficial apresentando alguns dos impactos resultantes da doença, bem como recomendações aos seus clientes e parceiros.

Veja as dicas:

  • Para seus clientes que agendaram uma viagem para a Nova Zelândia e Austrália chegando antes de 31 de março, recomendamos reagendar os serviços para depois que o período de isolamento de 14 dias for concluído ou cancelar os serviços, pois o período de isolamento é obrigatório para todos os viajantes. Podemos organizar essas reservas caso a caso nos próximos dias. Você pode ter certeza de que, devido a essa reviravolta sem precedentes e inesperada, todas as taxas de cancelamento e reprogramação serão dispensadas para reservas durante esse período.
  • Para seus clientes que reservaram serviços após 31 de março, entraremos em contato caso a caso e discutiremos individualmente, se houver algum outro anúncio sobre restrições de viagem em andamento ou novas, também será atualizado.

Deixe uma resposta