Novo Honda Fit 2015

Por: Marcelo Alexandre

Depois de alguns vazamentos de informações sobre o lançamento da 3ª geração do FIT no Brasil, a Honda resolveu divulgar oficialmente as informações corretas, do novo produto. A previsão de chegada oficial é para final do mês de Abril de 2014.

 

Na figura de um produto global, o Fit é vendido atualmente em mais de 120 países. Desde o seu lançamento no Japão em 2001 foram comercializadas mais de cinco milhões de unidades. No Brasil, o modelo foi apresentado em abril de 2003, e já chegou a marca de 500 mil unidades produzidas na fábrica de Sumaré (SP).

 

O novo Honda Fit 2015, chega com um visual que sugere a evolução do estilo “Arrow”, presente nos sedans City e Civic. Porém, agora, com um estilo mais futurista e ousado. A Honda fala em nova identidade visual, que será aplicada para nos futuros lançamentos. A frente do veículo passa a trazer o conceito “Solid Wing Face”.

 

Um detalhe importante, é que agora o modelo estará disponível apenas com motor 1,5 litro i-VTEC, já com a tecnologia Flex One (que dispensa o tanquinho de partida). Outra novidade é a volta do câmbio automático com a tecnologia CVT (Continuously Variable Transmission). Assim, serão quatro versões disponíveis: DX, LX, EX e EXL, com opção de câmbio manual e CVT.

 

O Fit continua a manter o já conhecido conceito “Máximo para o Homem, Mínimo para a Máquina”, maximizando o espaço disponível para as pessoas e minimizando o espaço para os componentes mecânicos. Assim, algumas receitas já conhecidas prevaleceram, como o tanque de combustível central sob os bancos dianteiros.

 

Uma característica exclusiva do Fit, e que permanece na nova geração, é o sistema de configuração dos bancos, o ULT (Utility Long Tall), que permiti muita flexibilidade. Porém agora, ele evoluiu para ULTR-Seat, onde a letra “R” representa o modo “Refresh”, que reclina totalmente o assento do motorista e do carona.

 

Novo Fit

 

Motor i-VTec

 

Toda a linha do Fit 2015 chega com o conhecido motor 1.5L i-VTec, agora com a tecnologia FlexOne. Entre os destaques, está o controle eletrônico variável de sincronização e abertura de válvulas. Esse motor chega a 116 cv de potência (a 6.000 rpm), e tem torque de 15,3 kgf.m a 4.800 rpm com etanol. A fabricante fala em otimização com o aumento da taxa de compressão, comando de válvulas redesenhado, e atrito interno e peso reduzidos, nessa nova geração.

 

 

Volta do câmbio CVT

 

O câmbio CVT (Continuously Variable Transmission) está novamente disponível no modelo. A principal novidade é que o sistema apresenta conversor de torque e uma elasticidade de giro maior. A Honda fala em melhor desempenho em baixas velocidades, com economia de combustível.

 

 

Interior

 

O painel de instrumentos foi redesenhado. A instrumentação é composta por conta-giros, velocímetro e computador de bordo, com marcador de combustível, consumo médio e instantâneo (em km/l), temperatura ambiente, autonomia e hodômetros total e parcial.

 

Para as versões EX e EXL, o sistema de áudio vem no formato duplo DIN. Ele oferece rádio AM/FM, tela de LCD de 5 polegadas, conectividade Bluetooth, câmera de ré, compatibilidade com formatos MP3/WMA, entradas auxiliares P2 (tipo fone de ouvido) e porta USB. A versão LX contará com o rádio AM/FM 2DIN com entrada USB.

 

A linha Fit 2015 vem com três anos de garantia, sem limite de quilometragem. O modelo terá sete opções de cores, sendo duas novas (Azul Netuno Metálico e Cinza Barium Metálico. Os preços públicos sugeridos são: EXL CVT R$ 65,9 mil; EX CVT R$ 62,9 mil; LX CVT R$ 58,8 mil; LX MT R$ 54,2 mil; DX CVT R$ 54,5 mil e DX MT R$ 49,9 mil.

Deixe uma resposta