Olinda implementa painéis táteis com informações turísticas em igrejas

O projeto Olinda Além do Olhar também atua nas redes sociais, compartilhando conteúdo sobre os equipamentos e a execução dos projetos

olinda
Igrejas seculares em Olinda ganham painéis táteis com informações turísticas para cegos e surdos. Foto: reprodução

Neste mês, seis igrejas de Olinda (PE), implementaram painéis táteis com informações turísticas para visitantes com deficiência. O projeto, iniciativa do Olinda Além do Olhar, conta também com audiodescrição (com o auxílio de QR Code) e pictolibras.

“No Brasil, são cerca de 6,5 e 9 milhões de cidadãos, respectivamente, pessoas cegas, surdas ou com acuidade visual e auditiva diminuídas (Censo 2010 do IBGE) que são reiteradamente negligenciados nos mais diversos níveis comunicacionais. O projeto tem como maior objetivo demonstrar que, através de ações simples e com o emprego de tecnologias e recursos adequados, é possível inserir este público no convívio sociocultural e transformar em prática comum conceitos de inclusão social”, comenta Giovana Caldas, que coordena a iniciativa ao lado de Klesley Bastos.

A ação contemplou igrejas históricas entre as mais visitadas de Olinda, a exemplo da Igreja de São Bento, Igreja de Nossa Senhora do Carmo, Igreja da Misericórdia, Igreja do Amparo, Igreja de São Francisco e da Catedral do Alto da Sé. O Olinda Além do Olhar é uma ação desenvolvida pela Id Inclusão e Design, que atua no desenvolvimento de projetos de acessibilidade, e contou com financiamento do Funcultura, programa de incentivo à cultura do Governo de Pernambuco, no ano de 2017.

Além dos templos de Olinda, o projeto promoveu ações de acessibilidade em vários outros equipamentos turísticos e culturais da Região Metropolitana do Recife. As iniciativas contemplaram mapas táteis (Casa da Cultura e Centro de Artesanato de Pernambuco), maquetes táteis (Torre Malakof, Alepe e Memorial da Justiça) e sinais gráficos em Libras.

Deixe uma resposta