Operadoras Braztoa: nacional corresponde a 88% das vendas em julho

Os índices não surpreendem o trade que já previa a retomada das viagens através de destinos nacionais

operadoras Braztoa
Roberto Nedelciu, presidente da Braztoa

As operadoras de turismo continuam a respirar com o nacional. De acordo com o último Boletim Mensal da Braztoa, 88% das vendas operadoras associadas em julho foram para destinos nacionais, sobrando apenas 12% para destinos internacionais.

Segundo o boletim da associação (que inclui CVC, BRT, E-HTL, Best Buy Hotel, entre outras), apesar dos índices positivos, 58% das operadoras ainda não atingiram metade de seu faturamento histórico e apenas 17% delas chegaram ou superaram os patamares históricos para agosto.

Os índices das operadoras da Braztoa não surpreendem o mercado, já que a tendência pela retomada das viagens através de destinos nacionais já era prevista pelo trade. Enquanto destinos consolidados e recordistas de vendas como os Estados Unidos não abrirem as fronteiras para o turismo, viajar pelo Brasil continuará sendo a primeira opção de muitos.

Inclusive, de acordo com o boletim da associação, a abertura dos destinos é decisiva para 86,47% dos viajantes. Até julho, 42 países estavam com restrições leves para receber brasileiros. Apesar das notícias de reaberturas de países com a França, a tendência é que o viajante aguarde mais um tempo até voltar a comprar pacotes internacionais.

Boletim Braztoa: locação de carros em alta

O Boletim da Braztoa também apontou outro dado que indica o avanço das viagens nacionais: o aumento em 128% no aluguel de carros SUVs. O modelo, considerado de grande porte, acomoda justamente o principal público das operados em julho que foram as famílias, compostas por adultos ou crianças.

Deixe uma resposta