Operadoras de Turismo preveem período otimista no segundo semestre

Em estudo realizado sobre o cenário no segundo semestre, a Braztoa registrou que 71% das operadoras já são procuradas por turistas vacinados

Operadoras de Turismo

O volume de faturamento das operadoras de turismo continua aquém, com média de 25% em comparação à pré-pandemia. No entanto, as empresas começam a ter um viés mais otimista, motivado pelo maior interesse do consumidor em panejar ou adquirir viagens. Essa expectativa foi notada em pesquisa realizada pela Associação Brasileira das Operadoras de Turismo (Braztoa) para o segundo semestre.

De acordo com a análise, 71% das operadoras relataram que foram procuradas por turistas vacinados, sendo que 29% das viagens comercializadas para esse público ocorrerão em julho e 47% já estão programadas para o segundo semestre. Outro destaque é que 82% das empresas acreditam que a aprovação da Coronavac pela Organização Mundial da Saúde (OMS) resultará em efeitos positivos para o setor ainda este ano.

O empresariado, ciente da caminhada a ser percorrida, reconhece que a pausa nas atividades foi oportuna para reavaliação das estratégias e dos modelos de negócios. O setor tem feito sua lição de casa para que, quando os consumidores estiverem preparados para embarcar, a empresas também estejam prontas para dar vazão à demanda reprimida no último ano.

Roberto Haro Nedelciu, presidente da Braztoa, afirma que o mercado ganhou novos contornos neste período e a noção da independência ficou ainda mais notável. O profissional ainda destaca que isso, somado com o avanço da vacinação no Brasil e a aprovação da OMS criam um ambiente propício para a efetiva retomada da atividade, incluindo a reabertura das fronteiras.

“Os destinos e os empreendimentos investiram em equipamentos, processos e treinamentos para receber bem os viajantes e estes, sabem que a segurança deles e das pessoas locais dependem de sua atitude de respeito aos protocolos sanitários também. A flexibilidade nos roteiros e as experiências customizadas se tornaram ingredientes fundamentais para atender aos anseios de todos aqueles que contam os segundos para ter de volta sua liberdade de poder ir e vir”, complementa.

Deixe uma resposta