Operadoras estimam R$ 1,1 mi em rodadas de negócios no Salão Paranaense

As ações divulgaram roteiros e empreendimentos turísticos do Paraná para agentes de viagens advindos de diversas partes do País

0
O evento também possibilitou a rodada de negócios entre vendedores e fornecedores

Representantes de operadoras de turismo estimam mais de R$ 1,1 milhão em negócios realizados no Salão Paranaense. As empresas participaram de rodadas de negócios realizadas pelo Sebrae-PR e pela FecomércioPR, nos dias 3 e 4 de maio, em Curitiba. Além disso, 70% dos compradores afirmaram que têm a expectativa de estabelecer negócios já nos próximos 12 meses.

As rodadas integraram uma série de ações a fim de impulsionar o turismo no estado – tanto para o consumidor final quanto para o público profissional. “Esse é um resultado muito satisfatório porque mostra que conseguimos atingir nosso objetivo ao aproximar essas operadoras de turismo e as empresas certificadas pelo Selo Qualidade no Turismo”, afirma a consultora do Sebrae, Patricia Albanez.


LEIA MAIS:
+ Confira fotos dos participantes do 25º Salão Paranaense de Turismo
+ 25º Salão Paranaense é oficialmente aberto no Expo Unimed Curitiba
+ Abav-PR promove solenidade de abertura do 25º Salão Paranaense de Turismo

Além das rodadas de negócios, operadores de turismo vindos de São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte e Brasília participaram de diversas ações. Como, por exemplo, um roteiro turístico (famtour) pelos principais destinos de Curitiba e do litoral paranaense. Houve, ainda, visitas técnicas a empresas que têm como base de competitividade a inovação, tecnologia e gestão.

Opinião de quem participou

A programação apresentou, na prática, as principais ofertas em relação a destinos, produtos e serviços. Além disso, colocou compradores em contato com os empreendimentos. Segundo Sidney Linhares, diretor da Delbianco Travel Experience, com sede no Rio de Janeiro, Curitiba já era um destino de sua agência. Contudo, não estava entre os principais. Com as ações de turismo na cidade, ele acredita que esse cenário pode ser modificado.

“A participação nesses eventos veio para facilitar e melhorar nossa apresentação sobre a cidade. Estamos tendo contato com produtos e destinos que, normalmente, não conhecíamos e não teríamos condições de oferecer. Por isso, o saldo é muito positivo”, afirma ele.

Por sua vez, Camila Queiroz, coordenadora de eventos da Kontik Viagens, empresa com sede em Salvador, São Paulo e Rio de Janeiro, também reforçou a qualidade dos produtos. “Tivemos a oportunidade de estar mais próximos, entender suas atividades e pegar os contatos. São pelo menos quatro empresas com quem eu tenho interesse em montar produtos. São todas muito capacitadas e com boas ofertas”, avalia ela.

A sócia-proprietária dos hotéis Blumenau e Miller Flat, em Curitiba, Alexane Salles, participou das rodadas. Ela se mostrou muito satisfeita com os negócios realizados. Segunda Alexane, aliás, seus hotéis atendem a uma demanda muito procurada na cidade, especialmente, nos fins de semana: a de oferecer serviços básicos com um bom custo-benefício. Ela afirma que as rodadas devem impulsionar as parcerias com operadoras de turismo.

“A gente queria conhecer essas operadoras. Entender suas necessidades e como elas pretendem vender a cidade para oferecermos os melhores produtos e parcerias. Encontramos operadoras que podem se tornar clientes e, pelo menos com duas delas, vamos conseguir fechar negócios a curto prazo”, comemorou.


Leia também:
Flytour Viagens promove workshop com 200 agentes em BH
Grã-Bretanha recebe o mundo para o Explore GB 2019
Roteiro de viagem pela Amazônia inclui experiências culturais

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here