Operadores estrangeiros aproveitaram Ilhabela após evento em São Paulo

Por: Camila Oliveira

 

O município de Ilhabela, localizado no litoral norte de São Paulo, recebeu, no último final de semana, a visita de um grupo de operadores estrangeiros que realizaram uma famtour na cidade a convite da Embratur e da Secretaria de Turismo do município.

 

De passagem pelo Estado para participar da WTM Latin America, em São Paulo, realizada entre os dias 23 e 25 deste mês, os operadores esticaram um pouco mais a permanência no Brasil para conhecer os principais atrativos de uma das mais belas ilhas do país.

 

Durante o fim de semana, os visitantes da Argentina, Bolívia, Chile, Equador, Itália, México, Paraguai, Peru, Portugal, Uruguai e Venezuela, fizeram passeios de barco, conheceram a gastronomia e se deixaram encantar com os segredos e encantos da cidade.

 

“É uma grande honra para nós recebermos esses operadores de turismo em nossa cidade. Ainda mais em um momento tão importante onde estamos trabalhando cada vez mais transformar a ilha em um grande pólo turístico 365 dias por ano”, diz Harry Finger, secretário de turismo de Ilhabela.

 

Na ocasião da WTM, a feira serviu de palco da abertura oficial da Associação Brasileira de Ilhas Turísticas (Abitur), idealizada pelo presidente da Fundação Municipal de Turismo de Paranaguá (PR), Rafael Gutierres Júnior, que preside a associação.

 

O órgão representa Ilhabela (SP), Ilha do Mel, em Paranaguá (PR), Ilha Grande, em Angra dos Reis (RJ), Fernando de Noronha (PE), e Ilha de Marajó (PA) e pretende mobilizar entidades públicas e privadas para incluir planejamento sustentável, econômico, social e cultural nesses locais.

 

Segundo Finger, a nova entidade busca atender às necessidades das ilhas turísticas brasileiras, funcionando como uma ligação com os órgãos públicos. “A ideia é melhorar a qualidade de vida dos moradores e, consequentemente, de seus visitantes. Com a associação poderemos trabalhar melhor, focando a sustentabilidade e a conservação nas ilhas. Nossa intenção é que possamos ficar conhecidos como as ilhas do Brasil, tão atrativas quanto as ilhas do Caribe e da Grécia”, disse.

 

CO

Deixe uma resposta