Os paises que mais enviarão visitantes a Londres

0

Por: Antonio Euryco

Jamais em alguma outra edição das Olimpíadas o Brasil teve tantos visitantes no país-sede. Londres e a Inglaterra vão receber muitos turistas procedentes do Brasil, mostram os indicativos de viagem.  Pacotes praticamente já estão esgotados. Amadeus e ForwardKeys, por exemplo, divulgaram  novos números sobre visitantes a Londres, e além da décima posição emissiva, o Brasil aponta o segundo maior crescimento no volume anual. 

 

A lista de onde virão os visitantes de Londres, durante o período da Olimpíada.

Top 10 países, com base no market share de reservas

Top 10 países, com base no percentual de crescimento de viagens para o destino em comparação a 2011

País

Market share

País

% variação frente 2011

1

EUA

19%

1

Países Baixos

221%

2

Alemanha

8.2%

2

Brasil

83%

3

Austrália

6.0%

3

França

35%

4

Itália

4.3%

4

Rússia

34%

5

Canadá

3.7%

5

EUA

12%

6

Rússia

3.4%

6

Reino Unido

8%

7

França

2.9%

7

Alemanha

7%

8

Países Baixos

2.9%

8

Canadá

-2%

9

Reino Unido

2.6%

9

Austrália

-25%

10

Brasil

2.4%

10

Itália

-25%

 

Entre as conclusões deste estudo estão:

 

Nova York  é a cidade que mais irá enviar visitantes a Londres. O aumento de 12% no tráfego  procedente dos EUA está sendo alimentado por grandes cidades  Nova York teve aumento significativo de 48% nas reservas para Londres  neste período, seguido de São Francisco – com 29%. Chicago e Washington , 13% e 18%  a mais, respectivamente.

 

-Os principais países emissores de visitantes são Estados Unidos e Alemanha, sendo que o número de chegadas a partir do BRICS cresceu 40% Os EUA são a maior fonte de tráfego para os Jogos Olímpicos, representando 19% do total de chegadas esperadas – um aumento de 12% em 2011. A Alemanha está na sequência, sendo responsável por 8%. Curiosamente, países do BRICS (Brasil, China, Índia, Rússia e África do Sul) estão emergindo como fonte importante para viagens de longa distância para a capital inglesa, durante o período olímpico: um aumento de 40% nas reservas, quando comparado com 2011. Juntos, representam 9% das chegadas totais.

 

-Ásia tem maior percentual de crescimento no número de passageirosA Europa é a região de origem para a maioria dos visitantes a Londres durante os Jogos, respondendo por 46% do total de chegadas previstas. No segundo posto, a América do Norte, com 23%. No entanto, o terceiro maior mercado, a Ásia, que é região de origem para 9% das chegadas, tem visto um aumento significativo de 27%.

 

– Londrinos adiarão suas viagens para até depois da Olimpíada  – Os números mostram que os londrinos têm a intenção de permanecer na cidade e apreciar os jogos. Durante todo o verão (de 02 de julho até 02 de setembro) 2% londrinos a menos vão deixar a cidade. No entanto, parece que os londrinos não estão simplesmente abandonando suas viagens de férias e, sim, as adiando – pois, três semanas após a cerimônia de encerramento, as partidas tendem a aumentar 10%, quando analisado mesmo período do ano anterior.

 

A previsão fornecida pela ForwardKeys.com, uma ferramenta de business intelligence lançada em parceria com a Amadeus, é baseada em dados atuais Esta análise é a segunda de uma série de relatórios que examinam como os Jogos Olímpicos Londres 2012 tendem a afetar as viagens mundiais.

 

Para conhecer o conteúdo no Blog da Amadeus (em inglês):

https://www.amadeus.com/blog/30/05/2012olympics/

 

AE

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here