Os primeiros números da Latam

Por: Antonio Euryco

O desempenho do Brasil é menos produtivo que os numeros  dos paises de língua espanhola. O registro está nos primeiros números da Latam, divulgados hoje, e o documento inicial unificado depois de concluída a fusão entre as empresas LAN e TAM.

 

Em junho, o tráfego no Brasil cresceu 10,9%  em relação ao ano passado, somando 2,832 milhões de passageiros. A demanda doméstica em países da América do Sul onde as subsidiárias da empresa chilena  atuam  – Argentina, Peru, Equador, Colômbia e o Chile – avançou 25,6%, para 1,021 milhão de passageiros.

 

A menor taxa de ocupação em junho também foi a da TAM, 72%,  enquanto nos outros paises foi de 76,1% e  a média do sistema Latam  ficou em 77,8%

 

No acumulado do primeiro semestre, o Brasil também não apresenta um  desempenho produtivo com maior destaque. O tráfego doméstico cresceu apenas 0,2%, para 16,594 milhões de passageiros. Em contrapartida, os países hispânicos avançaram 18,7%, para 6,850 milhões de passageiros.

 

Já a taxa de ocupação média, no semestre, foi de 68,4% no Brasil, queda de 1,4% ponto percentual em relação ao primeiro semestre de 2011. Nos demais países a ocupação cresceu 1,8 ponto, 78,5%.

 

AE

Deixe uma resposta