Otimismo marca abertura da 27ª edição do Festuris

Eduardo Zorzanello e Marta Rossi, diretores do Festuris

 

A solenidade de abertura da 27ª edição do Festival do Turismo de Gramado (Festuris), realizada na noite desta quinta, dia 5, foi marcada pela mensagem de otimismo das autoridades em relação à situação econômica que incomodou o País nos últimos meses. “Foi um ano difícil, é verdade, mas também de aprendizado, onde foi necessário sabermos lidar com cautela e sabedoria. Tivemos resultados satisfatórios”, disse a diretora do festival, Marta Rossi.

Para a executiva, não é um momento em que o setor deve se encolher, mas sim caminhar determinado. “Os ventos da crise também nos alcançaram, ninguém sai ileso, mas nossa meta é crescer, então devemos olhar para o mercado e aproveitar as oportunidades porque as  crises passam”, alegou, enfatizando os problemas morais, políticos e econômicos que culminaram no atual momento brasileiro.

Por fim, Marta pediu apoio das entidades governamentais ao segmento do turismo. “Somos um setor que traz respostas imediatas e positivas e, com isso, temos condições de salvar safras. Nossas demandas devem ser prioridade para que mostremos nosso poder transformador e o País volte a avançar”, concluiu.

Para o prefeito de Gramado, Nestor Tissot, o evento tem sido cada vez mais importante para a cidade, assim como o mercado turístico. “85% das nossas arrecadações vêm desse setor. Toda a transformação do município observada nesses últimos 27 anos são consequência do mercado turístico”, exclamou. “Temos 35 mil habitantes, mas cerca de seis milhões de visitantes por ano. Temos orgulho de sediar um evento desse porte”, finalizou.

 

[unitegallery Festuris]

 

Fernando Amaral

Deixe uma resposta