Outubro e o Dia de Sair do Armário

0

O mês de outubro geralmente traz eventos corporativos de porte e impacto para o Turismo brasileiro. Além de celebrar festas religiosas importantes em nosso País – de Belém (PA) a Aparecida (SP) – há ainda o Halloween, a semana da criança e o Dia do Professor. O que muita gente não sabe é que a última sexta-feira (11 de outubro) é dedicada à comemoração do Dia de Sair do Armário. “The Coming Out Day” é uma data comemorada internacionalmente, um momento muito importante para celebrar a liberdade de ser quem você é. De ser respeitado por seus estudos e capacidades técnicas e trazer uma sociedade mais diversa para todos.

Como este é um espaço para conhecimento e descobrimentos de nossos leitores, vou apresentar uma lista de alguns eventos que considero importantes para o segmento LGBT+. E dicas de como os profissionais que atuam no mercado nacional podem rentabilizar com as programações no exterior, sem eixar de lado os eventos nacionais. Afinal, os leitores do Brasilturis querem saber de resultados, onde aplicar os investimentos e como participar para incrementar os negócios.

Para as agências de viagens que trabalham o com mercado corporativo, minha sugestão é perguntar a respeito de grupos em prol da Diversidade nas organizações para, assim, destacar um dos mais importantes eventos que tratam dos LGBT+ no ambiente de trabalho. O “Workplace Summit” é realizado pela ONG Out & Equal, cada vez em uma cidade diferente dos Estados Unidos, mas sempre no mês de outubro.

A programação de 2017 aconteceu na Filadélfia, em 2018 foi a vez de Seattle sediar o evento. A edição 2019 começou hoje (14) em Washington DC. A participação do Brasil está garantida com a presença de empresas como o +Diversidade, Banco Itaú e membros da IGLTA como Hilton, Marriott e MGM Resorts, entre outros. Essa é uma ótima oportunidade para oferecer a um grupo de incentivo ou como premiação individual para os muitos brasileiros que estão trabalhando com Diversidade. Pesquise a respeito! São três dias de evento, incluindo mais de 90 oficinas, painéis, mesas-redondas, eventos e plenárias inspiradoras com líderes LGBT+. A ONG ainda não anunciou onde acontecerá a edição 2020, mas basta ficar de olho em www.outandequal.org.

Osaka, no Japão, também tem muito para oferecer aos turistas LGBT+. Além de toda a tradição cultural, templos maravilhosos e hotéis de alto luxo há a gay village Doyama, comunidade bem ativa e que fica mais animada durante o “Kansai Rainbow Parade”. A versão japonesa de Pride acontece no início de outubro, reunindo dois dias de muitos eventos que irão agradar seus clientes LGBT+ que desejam sair do lugar-comum. Osaka combina bem com Kyoto e com outros destinos friendly no país asiático.

Se o motivo da viagem for comemorar o Halloween, sugiro incluir uma viagem à colombiana Bogotá. Desde o aeroporto até as praças e ruas da cidade há pessoas fantasiadas que trarão muita alegria para as festividades do mês. O bairro Chapinero – carinhosamente apelidado Chapigay – tem inúmeras opções de bares e diversão para a comunidade LGBT+, incluindo o Theatron, espaço que é considerado a maior “discoteca/boate” com 13 pistas diferentes de dança e músicas de várias opções, além de muitos bares. Com ou sem fantasia, será uma noite inesquecível.

Nos Estados Unidos, seguindo a temática, a sugestão é comemorar os 35 anos do Halloween de New Orleans, que atrai muitos LGBTs para suas festas e ao colorido de suas ruas e desfiles. A programação acontece entre os dias 25 e 27 de Outubro, prometendo diversão de alto desempenho. Mas, se o destino for Europa, a sugestão é celebrar os 30 anos de uma de suas festas mais famosas: “30th Anniversary La Demence” que acontece no Fuse Club, em Bruxelas (Bélgica), no fim de outubro.

Para quem prefere ficar no Brasil, cidades como São Paulo (SP) e Curitiba (PR) também são ótimas sugestões para clientes LGBT+, com vasta programação cultural e de lazer. Aqueles que se interessam pelo debate corporativo podem se juntar ao 16º Fórum de Empresas e Direitos LGBTI+, maior evento dessa natureza no País e administrado por um movimento empresarial formado por mais de 75 organizações e empresas que visam a promoção da diversidade e inclusão nos ambientes corporativos e na sociedade.

A programação acontece entre 18 e 19 de outubro e traz a roda como tema de 2019. Ponto de partida para a formação de sociedades, o objeto sintetiza a ousadia da mudança e traz dentro de si o conceito de integração. São esperados cerca de 700 convidados e algo em torno de 34 CEOs de grandes empresas diversas e saudáveis.

Na capital paranaense, o Grupo Dignidade promove o Congresso Internacional LGBTI+ com presença garantida de participantes do Brasil e da maioria dos países da América Latina e do Caribe. Marcado para acontecer de 13 a 17 de novembro, o evento é inédito na região pelo modelo que propõe a reunião de membros da academia, de movimentos sociais e de empresas com o objetivo de refletir sobre as questões de diversidade sexual e de gênero. A cidade também oferece muitas opções de lazer, cultural, e locais LGBT+ que farão a alegria de seus clientes.

Dando continuidade ao Sul do Brasil, é com orgulho que confirmamos a participação da IGLTA no espaço LGBT+ de uma das mais importantes feiras do Turismo: Festuris de Gramado, confirmando que a indústria do turismo par o segmento vem crescendo a cada ano, proporcionando um nicho de negócios rentável e repleto de possibilidades. Atento a todo este movimento, o Festuris 2019 terá mais uma vez um espaço exclusivo para a divulgação do turismo LGBT. Para este ano, o conceito “Diversidade gerando oportunidade” explora o trade e destaca todas as oportunidades que este segmento pode oferecer para o mercado do turismo nacional e internacional. Venha se encontrar com nossos parceiros, de 7 a 10 de novembro.

Por fim, há o famoso Círio de Nazaré que atrai milhões de pessoas para a linda Belém. A cidade promove, há 41 anos, a famosa festa das Filhas da Chiquita, que já foi até tema de documentário pela sua importância social. O evento ocorre na Praça da República, logo após a cerimônia conhecida como Trasladação, e é considerado o lado profano do Círio com muita música, performance, premiação e um público estimado em 300 mil pessoas. Vale se programar para 2020 e explorar também roteiros entre as belezas da porta do Amazonas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here