OYO Hotels: CEO comunica doação de 100% do salário anual

Ritesh Agarwal, fundador e CEO da rede indiana de hotéis, informou a retirada da remuneração até o fim de 2020

OYO Hotels
Ritesh Agarwal, CEO e fundador da OYO Hotels

Em meio aos efeitos da pandemia do novo coronavírus (Covid-19), a OYO Hotels anunciou a doação voluntária de 100% de salário por Ritesh Agarwal, CEO e fundador do grupo, até o fim do ano. Além dele, a equipe de líderes executivos da rede hoteleira concordaram em fazer um corte voluntário nos salários. Os cortes vão de 25% a 50%, com objetivo de reduzir impactos durante o período.

De acordo com Agarwal, a situação é profundamente preocupante e a empresa quer apoiar o mundo com recursos limitados. “Nós estamos comprometidos com a luta contra a Covid-19 e tentaremos fazer tudo que estiver ao nosso alcance para ajudar as pessoas. Queremos também garantir o sucesso a longo prazo da empresa”, diz.

No Brasil, a rede hoteleira adotou uma série de medidas para garantir a saúde e segurança de funcionários, hóspedes e parceiros. Um comitê de crise realiza reuniões diárias para discutir os desdobramentos da pandemia e minimizar impactos do vírus.

“Estou muito orgulhoso com as medidas adotadas tanto em âmbito global, quanto local pela OYO. O espírito de equipe e solidariedade que conseguimos promover é único e nos serve como estímulo para continuarmos firmes e perseverantes na luta contra a pandemia”, declara Henrique Weaver, diretor geral da OYO Hotel & Homes no Brasil.

No País, Weaver comunica ainda a criação espontânea de um crowdfunding interno entre colaboradores para apoiar o setor hoteleiro. A OYO Hotels dobrará o valor arrecadado para reforçar o compromisso com hoteleiros.


Deixe uma resposta