Pantanal Norte é destaque turístico do Mato Grosso; confira

Pantanal, Chapada dos Guimarães e Nobres foram três dos seis municípios contemplados pelo programa Investe Turismo (MT) que tivemos a oportunidade de conhecer

0
Passeio de barco com direito a alimentação de jacaré. Foto: Ana Azevedo

No último dia 23, o BrasilTuris viajou a convite do Sebrae para o Mato Grosso, com o objetivo de conhecer as belezas naturais do estado. A iniciativa é uma parceria do Sebrae com a Embratur, MTur Mato Grosso e o Governo estado para divulgar o Investe Turismo, projeto que contempla seis municípios mato-grossenses visando alavancar a economia local por meio da atividade turística.

Nossa expedição começou no Pantanal. De cara, nos deparamos com a natureza selvagem e a riqueza de espécies em seus habitats. Jacarés, tuiuiús e a onça pintada foram algumas dos animais avistados. Entre as atividades desenvolvidas, cavalgada durante o pôr do sol e a contemplação da fauna em passeio de barco, foram algumas das opções para entrar em contato com a natureza.

Em seguida, chegamos ao parque estadual da Chapada do Guimarães. Local da famosa cachoeira do Véu de Noiva, que é formada pelo Rio Coxipó e tem 86 metros de altura. No parque, um dos pontos visitados foi o circuito que demanda a presença de um guia credenciado pelo Mtur para o acesso.

LEIA MAIS:
+ Fortalecimento do destino Brasil é tema da agenda do MTur em Paris
+ MTur: 95% dos visitantes internacionais têm intenção de voltar ao Brasil
+ Mato Grosso do Sul aposta em rally e infraestrutura de acessos

Ao todo, o circuito de sete quilômetros contém cinco quedas d’água próprias pra banho. O percurso é pago e apresenta diferentes graus de dificuldade. Os mirantes ao longo da trilha dão de cara com paredões de mais de 300 metros de altura, feitos de arenito, possibilitando a visão da Cidade das Pedras – denominada pelas formações rochosas que se assemelham às ruínas de cidades. O local, além de fazer parte do parque da Chapada, é o berço do Rio Claro e ponto de observação das araras vermelhas que abrigam seus ninhos nos rochedos

O último ponto visitação foi o município de Nobres. Com águas mornas e cristalinas, observamos a biodiversidade no Reino Encantado, Aquário e na cachoeira Serra azul durante mergulhos com snorkel. Entramos em contato com atividades de aventureira, como o passeio com quadriciclo na mata no entardecer e o boia cross, passando pela gruta do Duto do Quebó.

Na trilha do megafone tivemos a experiência de ouvir os sons da floresta amplificados. Curioso para saber com detalhes tudo o que aconteceu nessa aventura? Dê uma olhada na galeria abaixo e aguarde a reportagem completa e em detalhes que estará na edição de agosto do Brasilturis.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here