Paraná fala sobre eventos, plano de retomada e aviação no Festuris

Em Curitiba, os passeios de trem, eventos de médio porte e alguns atrativos estão e funcionamento

Paraná turismo
Equipe Paraná Turismo no Festuris Gramado (RS)

O Paraná participou do Festuris Gramado (RS), entre os dias 5 a 8 de novembro. Na ocasião, foi divulgado que ainda não há perspectiva da realização de eventos como Natal, Réveillon e Carnaval, por falta de um posicionamento estadual que estabeleça regras e limites para aglomerações.

O estado, segundo André Poletti, assessor técnico da Paraná Turismo, está na fase Azul do plano de retomada, o qual foi estabelecido em abril, e teve aplicação prática iniciada em setembro. No setor da aviação, Curitiba está com 60% do volume de operações em comparação com o período pré-pandemia do novo coronavírus e os empreendimentos hoteleiros estão atuando com 50% da capacidade.

“Temos uma estrutura legal hoteleira e estamos retomando de forma segura. Quisemos fazer parte do Festuris, por ser a primeira feira presencial durante a pandemia de covid-19 e por ser um mercado emissor muito importante para o Paraná, além de São Paulo, Santa Catarina e é claro, o próprio Paraná que é o nosso maior emissor”, pontua.

Em Curitiba, os passeios de trem, eventos de médio porte e alguns atrativos estão e funcionamento. Em Foz do Iguaçu, além dos estabelecimentos, a ponte do Paraguai também está aberta. “Ainda temos alguns parques naturais fechados para evitar aglomerações em Curitiba. Nós acreditamos muito no turismo regional e por isso, lançamos a campanha Viaje pelo Paraná, para divulgar os pontos turísticos para os moradores. O estado conta com 14 regiões turísticas e 11 polos emissores, queremos mostrar que as viagens de proximidade têm uma diversidade de atrativos”, pontua.

A Paraná turismo atua com o planejamento nas 14 regiões, promovendo capacitações, treinamentos e auxiliando destinos menos desenvolvidos a se estruturarem. A segunda vertente de trabalho é a promoção do destino para o mercado, a qual no momento só está evidenciando pontos turísticos já estruturados.


Deixe uma resposta