Parau Parau 2019: TGK quer investir em esporte da Polinésia Francesa

A TGK deve apostar fortemente no segmento de esportes para 2019

0
Marcelo Bere (TGK) e Edouard Fritch (presidente da Polinésia Francesa) durante o Parau Parau 2019
Marcelo Bere (TGK) e Edouard Fritch (presidente da Polinésia Francesa) durante o Parau Parau 2019

A TGK está de olho no mercado de esportes da Polinésia Francesa. A operadora esteve no Parau Parau 2019, realizado no Taiti, para saber mais sobre a Canoa polinésia, também chamada de Va’a. Assim, a expectativa é de começar a comercializar pacotes com a opção de canoagem para atletas de todo o Brasil.

A Canoa polinésia parece uma canoa comum para a prática de remo de um grupo de atletas. Porém, a Va’a tem como característica única um segundo casco menor que serve de estabilizador, que mantém a velocidade da embarcação sem perda de estabilidade.


LEIA MAIS

+ Parau Parau 2019 reúne operadores internacionais e players locais no Taiti

+ Parau Parau 2019 chega ao último dia no Taiti

Assim, através do diretor de Planejamento Estratégico, Marcelo Bere, a TGK rumou para o Parau Parau com o objetivo de fortalecer a relação com fornecedores e conhecer de perto o esporte, que tem tudo para cair no gosto dos praticantes do Brasil.

“Existe um potencial grande de trazermos atletas brasileiros para o Taiti, desde amadores a profissionais, e por isso é importante conhecer fornecedores pessoalmente, e conseguir entender um pouco mais as questões do esporte, que ainda carece de informações no Brasil”, destacou Bere.

“O Parau Parau foi ótimo pra fortalecer o relacionamento com os fornecedores da TGK, conhecendo-os pessoalmente e, com isso, poder vender com mais conhecimento e ‘know-how’ o destino”, concluiu o executivo.


Leia Também:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here