Parque Nacional do Iguaçu completa 81 anos e celebra conquistas

De acordo com Ivan Baptiston, diretor do Parque Nacional do Iguaçu, preservação e rica biodiversidade fazem parte da imagem do atrativo

0
(Foto: Divulgação)

O Parque Nacional do Iguaçu (PNI) comemorou, na última sexta-feira (10), o aniversário de 81 anos de criação. A festa ocorreu no auditório do Centro de Visitantes e contou com a presença de Ivan Baptiston, chefe do PNI; Sergio Acosta, do chefe do Parque Nacional Iguazú; Joaquim Silva e Luna, diretor geral brasileiro de Itaipu; Felipe Carbonell, diretor de Coordenação da Itaipu; e Nilton Bobato, vice-prefeito de Foz do Iguaçu.

Baptiston afirma que o parque conta com rica biodiversidade, incluindo espécies ameaçadas de extinção, como onça-pinta e jacaré-do-papo-amarelo. Além disso, mencionou a importância das parceria com a Itaipu Binacional, que coordena ações de preservação no entorno do reservatório. “Logo teremos hapias voando aqui”, afirmou, lembrando o programa de reprodução em cativeiro da espécie.

Silva e Luna também destacou a integração de Itaipu e PNI e lembrou que a usina mantém mais de 100 mil hectares de áreas protegidas. Em 2018, a margem brasileira foi reconhecida pela Unesco como Reserva da Biosfera. “Desde a época da construção da própria usina, houve uma preocupação muito grande com a preservação dos animais e de toda a natureza”, declara.

Ainda de acordo com o executivo, cuidados com o meio ambiente é essencial para garantir a qualidade da água e, assim, continuar gerando energia limpa e renovável. Também enfatizou a importância do Turismo para a economia da região, lembrando que o PNI recebeu 2 milhões de visitantes em 2019, ao mesmo tempo que a Itaipu Binacional contou com mais de 1 milhão de passantes.

No ano de 2019, ainda, foi iniciada uma série de obras que beneficiam o setor, como a ampliação da pista do Aeroporto Internacional de Foz do Iguaçu e a duplicação de sua principal via de acesso. Neste ano, se inicia um amplo processo de revitalização de todos os atrativos da empresa.

“Nossa ideia é que as pessoas que venham nos visitar e saiam daqui com vontade de ficar. Que tragam pelo menos mais três visitantes, indicando o que viram: a beleza produzida pelo homem, por meio da nossa Itaipu, e a beleza produzida pela natureza, que são as Cataratas”, completou.


Leia também:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here