Peru leva destaques do turismo e rica gastronomia para a UGART 2018

Dando continuidade às ações de promoção do Peru na região Sul do país, considerada uma das mais fortes em potencial turístico para o Peru, o país participa pelo segundo ano consecutivo da 33ª Feira de Negócios Turísticos da UGART/BRAZTOA, realizada nos dias 02 e 03 de março de 2018, em Porto Alegre (RS). Além de participar como expositor, com um stand institucional, será realizada, nesta sexta-feira (02/03), às 15h, a capacitação “Peru Fascinante – Novidades e Segmento Luxo”, para mais de 200 agências de viagens. A apresentação será feita pela diretora de Turismo do Escritório Comercial do Peru no Brasil, Milagros Ochoa, no auditório da feira.

Além do destaque para o turismo, uma aula de culinária peruana com degustação será oferecida na área de convivência da feira, com o chef peruano Luiz Yagui, do restaurante Zero Sen, de Porto Alegre. A partir das 17h, será a aula de Ceviche clássico, e na sequência, de Pisco Sour. Além de aprender a fazer o prato e drink icônicos da culinária do Peru, os participantes poderão provar as iguarias.

Dos estados emissores do Brasil ao Peru, o Rio Grande do Sul representa 8%, registrando crescimento significativo em sua participação, que em 2013 era de 5%. São mais de 10 operadoras de turismo associadas à UGART, que comercializam o destino Peru e participam da Peru Week desde 2014. Além disso, outras operadoras associadas à BRAZTOA e que vendem o destino Peru também estão como expositoras na feira da UGART, fortalecendo ainda mais a divulgação do destino através dos pacotes turísticos pra o Peru, com roteiros para Lima, Paracas, Cusco, Puno e Arequipa, destacando os segmentos de Luxo, Gastronomia e Turismo de Aventura.

Além de promover o país, o Escritório Comercial do Peru no Brasil, em coordenação com a PROMPERÚ (Comissão de Promoção do Peru para a Exportação e o Turismo), tem incrementado o relacionamento com os profissionais do trade turístico dos estados do Sul do Brasil para promover também a conectividade aérea Porto Alegre-Lima, que conta atualmente com voos diários da companhia Avianca. No total, são 56 voos diretos semanais ligando o Brasil ao Peru, partindo de São Paulo (33 voos), Rio de Janeiro (11 voos), Porto Alegre (sete voos) e Foz do Iguaçu (cinco voos), através das companhias aéreas LATAM e Avianca.

2 COMENTÁRIOS

  1. Não romano O que já foi dito, várias vezes, é que, NORMALMENTE, quando a passagem está com tarifa saver na Delta, o que, no caso de uma passagem Brasil x EUA, voo direto, significa custar na Delta, 30.000 milhas deles De forma alguma isto significa que estará este valor no Smiles Veja que a Delta já tem este padrão de cobrar 30.000 milhas em saver há alguns anos e, de 2013 pra cá, quantas vezes o Smiles reajustou a maldita tabela deles ?? Cobravam 25k, depois foram pra 30/35/40/45/85 e o céu o limite.. tudo isso em econômica. e a Delta.. firme e forte nos 30k deles Então.. vc coloca no sistema da Delta, voo direto + pelo menos 2 passageiros.. Se tiver disponibilidade lá em 30k, significa que vc ACHARIA no Smiles na tabela mais em conta deles.. Só que: o que é hoje em dia a tabela/quantidade mais econômica de um voo dela Delta emitindo pelo Smiles ??? Absolutamente indefinido até porque o Smiles está, claramente, fazendo de tudo para as pessoas não emitirem passagens pelas parceiras O programa está tecnicamente quebrado pois desviou o lucro pra Gool por isso eles reajustam a tabela de resgates na Gool de forma que quiserem. Ninguém emite na Gool tentam emitir nos parceiros e o Smiles vai travando.. A coisa está a um ponto que um voo direto GIGFCO está custando 170.000 milhas + R$ 1.600,00 de taxas + R$ 250,00 de tarifa aeroportuária e o mais incrível: vc não pode cancelar/alterar o voo.. Então.. é isso

Deixe uma resposta