Pontes Hotéis & Resorts divulga balanço de 2013 e expectativa para este ano

Por: Rafael Lima

 

 

O Pontes Hotéis e Resorts lançou um balanço do ano passado e apontou número positivos para a rede pernambucana. Segundo o grupo, houve um acréscimo na ocupação dos três hotéis: o Mar Hotel e Atlante Plaza, em Recife, e o Summerville Beach Resort, na praia de Muro Alto – Porto de Galinhas.

 

No Beach Resort, foi observada uma procura recorde para sediar convenções. No quesito turismo de eventos, foi registrado um incremento de cerca de 15% com relação ao mesmo período do ano anterior.

 

Em relação ao turismo de lazer, o resort de Muro Alto teve a maior parte dos turistas nacionais de origem do eixo Sudeste, sendo São Paulo o maior emissor para o resort, seguido pelo Rio de Janeiro. Paraná, Minas Gerais e Rio Grande do Sul estão na terceira, quarta e quinta posição no ranking em ordem de procedência dos hóspedes brasileiros. Os turistas estrangeiros também contribuíram com importante parcela de ocupação. Por ordem de emissão de turistas, o Summerville recebeu portugueses, argentinos, americanos, alemães e italianos.

 

O Mar Hotel recebeu times durante as temporadas dos atletas, comissão técnica e staff da Fifa no período da competição. E muito antes da chegada das delegações, o hotel já estava preparado e passou por diversas avaliações por membros da Fifa tendo atendido a todas as exigências. O resultado final das hospedagens rendeu elogios e a garantia de novas hospedagens para a Copa do Mundo. Já estão confirmadas as presenças das seleções do Japão, Costa Rica, México e Alemanha no Mar Hotel durante o mundial de 2014.

 

 

Expectativa para 2014

 

 

O ano de 2014 projeta uma pequena redução no segmento de turismo. Segundo o gerente de vendas & marketing da rede, Sérgio Paraíso, espera-se uma queda na ocupação de 8% no Summerville e 5% no Mar Hotel e Atlante Plaza, em comparação com 2013. “A expectativa é ter uma redução na receita anual do resort em torno de 11%, enquanto esperamos aumentar em 7% a receita dos hotéis em Recife com a ampliação Mar Hotel”, conta o executivo.

 

De acordo com Paraíso, o resultado previsto se deve a três fatores importantes: mudança do calendário escolar devido à Copa do Mundo, que resultou em redução da temporada de férias de verão neste mês de janeiro e ainda alterou as férias de julho, antecipando para junho devido ao período de jogos; O segmento corporativo terá custos reduzidos e investimentos destinados aos períodos pré ou pós-Copa; e Eleições presidenciais, que acarreta redução de gastos públicos e diminuição do número de eventos subsidiados, além de fazer com que os eleitores não saiam de suas localidades de votação durante o pleito. “Esses motivos nos levam a esperar uma média de ocupação de 66%, em Recife, e de 68%, para o Summerville, em2014”, afirma o gerente.

 

“As férias de verão que, normalmente, eram de 20 de dezembro a 03 de fevereiro foram antecipadas para 20 de janeiro, reduzindo em duas semanas o período de férias escolares em família”, explica Sérgio Paraíso. “O mesmo prejuízo ocorre em julho, que terá parte das férias antecipadas e uma parte será comprometida por coincidir com os jogos do mundial de futebol, que desmotivará viagens devido ao alto custo de passagens”, conclui.

 RL

Deixe uma resposta