Portugal estreita relações com trade turístico brasileiro após reabertura

Em reunião com alguns agentes de viagens e operadores, representantes do Turismo de Portugal e players do país reforçaram a importância dos turistas brasileiros

Portugal
João Raposo (Grupo Em Viagem), Luís Quaggio (TAP), Marisa Alves (Dom Pedro Hotels no Brasil), Pedro Ribeiro (Dom Pedro Hotels), Alvaro Coes (Everything Is New) e Bernardo Cardoso (Visit Portugal)

A flexibilização das restrições em Portugal animou viajantes e profissionais portugueses do Turismo. Em aceno a um dos principais emissores de turistas, representantes do país se reuniram com agentes de viagens e operadores brasileiros. A ideia é manter o bom relacionamento e aquecer os motores para a retomada.

O encontro, realizado na manhã desta quinta-feira (23), em São Paulo, contou com a presença de João Raposo (Grupo Em Viagem), Luís Quaggio (TAP), Marisa Alves (Dom Pedro Hotels no Brasil), Pedro Ribeiro (Dom Pedro Hotels), Alvaro Coes (Everything Is New) e Bernardo Cardoso (Visit Portugal). De forma breve, todos citaram a necessidade levar brasileiros à Portugal e como os processos estão funcionando.

Uma das questões ressaltadas foram sobre os critérios de viagens estabelecidos no país europeu. A respeito da necessidade de testes, o conselho dado pelos executivos foi de realizar o teste (antígeno laboratorial ou PCR) o mais próximo possível da viagem. Isso ajuda a garantir acesso a outros locais, não só ao voo ou entrada no país.

“Somos países irmãos e a volta do brasileiro à Portugal nos dá fôlego para a retomada das atividades turísticas. Nesta volta, então, queremos cativá-los por meio de eventos culturais, como shows e festivais, além de firmar parcerias com agências de viagens e operadoras tupiniquins”, afirma Cardoso.

Aviação

No quesito de transporte dos turistas, as perspectivas também são positivas. De acordo com Quaggio, a procura por voos ao destino praticamente quadruplicou em relação às semanas anteriores à reabertura das fronteiras aos brasileiros. Prova disso é que, em apenas duas semanas, o país recebeu mais de 100 mil turistas brasileiros.

Para suprir a demanda, portanto, a companhia aérea aumentará de 37 para 52 voos semanais para o país até dezembro. Além disso, a partir de outubro, Natal, Maceió e Belém voltam a conectar o Brasil ao destino europeu.

Covid-19 em Portugal

Além disso, todos alertaram também ao fato do alto preço dos exames PCR em Portugal (média de 100 euros). A informação é relevante pois, no regresso ao Brasil, o único modelo de testagem aceito é este.

Por isso, então, Ribeiro relembrou sobre o fato da Dom Pedro Hotels comercializar este produto por um preço mais barato.

Deixe uma resposta