Programas de monitoramento e avaliação são premiados

0
Vencedores da categoria Monitoramento e Avaliação do Turismo recebem prêmio em cerimônia no Rio de Janeiro. (Foto: Roberto Castro/MTur)

Os programas de monitoramento e avaliação no Turismo receberam reconhecimento nacional. O 1º Prêmio Nacional de Turismo na categoria teve como vencedor a Secretaria de Cultura e Turismo de Salvador (Secult). Ao todo, o prêmio obteve um total de 241 projetos e ações, entre os quais reconheceu 21 iniciativas brasileiras.

Ademais, a ação da secretaria baiana utiliza um sistema de monitoramento on-line. Ele atua na captura, processamento e monitoramento de opiniões públicas em tempo real. O objetivo do POP é melhorar a reputação dos equipamentos culturais, atrativos turísticos e meios de hospedagem da capital.

O programa monitora as avaliações sobre 37 equipamentos culturais e atrativos turísticos, além de 80 meios de hospedagem. Portanto, os comentários são acompanhados em mais de 175 sites de avaliações e agências de turismo on-line, em 45 idiomas.

“O POP fornece uma visão detalhada do sentimento do visitante durante a experiência turística. Contamos com resultados mensuráveis e efetivos. Eles podem ser utilizados para promover a imediata melhoria dos serviços e aumentar a competitividade do destino”, explica o turismólogo da diretoria de Turismo da Secult, Manoel Neto. O trade turístico, aliás, também pode explorar detalhadamente as informações.

Mais premiados

A Contribuição do Turismo em Áreas Naturais Protegidas para a Economia Brasileira ficou em segundo lugar. O Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) desenvolveu a metodologia que pode ser utilizada por gestores de parques e outras reservas naturais.

Com isso, eles poderão calcular os impactos econômicos gerados no entorno das unidades de conservação. A metodologia Tourism Economic Model for Protected Areas (TEMPA) trata de questões específicas de países em desenvolvimento.

Já a inciativa do Sebrae-CE de Monitoramento da Reputação dos Destinos da Rota das Emoções foi a terceira colocada. O projeto amplia os indicadores de mensuração de competitividade dos destinos.

Além disso, ele é baseado em dados que contemplam a percepção dos usuários de plataformas digitais sobre a oferta dos produtos disponibilizados nos destinos que integram a Rota das Emoções nos estados do Ceará, Piauí e Maranhão. A metodologia também contribui para que as empresas tenham um diagnóstico comparativo das avaliações.

Leia mais sobre Nacionais.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here