Projeto de modernização do Aeroporto de Fortaleza é diferencial na disputa pelo hub Latam

Por: Chris Flores

O projeto de modernização do Aeroporto Internacional Pinto Martins é o grande diferencial do Ceará na disputa pelo hub da Latam. A escolha da companhia aérea para a instalação de seu centro de conexões na Região Nordeste não considera a estrutura atual dos aeroportos que estão em disputa, mas sim a infraestrutura e os projetos que podem ser construídos, ou seja, as possibilidades que cada estado pode oferecer para receber o hub. 

 

“O projeto para ampliação e modernização do Aeroporto de Fortaleza foi pensado dentro da demanda técnica aeronáutica do futuro, pensando nos clientes e nas operações de serviços, além de ter em foco a necessidade construtiva do mundo atual. Olhamos para frente, teremos um aeroporto novo e não um terminal a ser adaptado”, destacou o titular da Secretaria do Turismo do Ceará (Setur), Arialdo Pinho.

 

Com a ampliação e modernização, o Aeroporto de Fortaleza terá dois terminais novos (sendo cada um deles com 17 fingers e um exclusivo para receber o hub da Latam), duas pistas e esteiras automáticas de seleção de bagagens. A obra seguirá de forma mais rápida do que o usual, já que o Aeroporto Pinto Martins foi incluído no pacote de concessões do Governo Federal. 

 

Além disso, o Governo do Ceará também garantiu parte do terreno que compreende a Base Aérea de Fortaleza, que foi autorizada pelo Ministério da Defesa a sair da jurisprudência da Força Aérea Brasileira (FAB) para entrar no plano de concessão do Governo Federal – que contempla o Aeroporto Pinto Martins. A área será destinada à construção do novo terminal de passageiros.

 

“Quando o assunto é o hub da Latam, olhamos para o futuro. Partimos da certeza que temos a melhor localização geográfica, a melhor cidade turística e maior experiência em serviços”, apontou o secretário. Nos últimos 12 meses, o Ceará apresentou o melhor saldo de empregos formais gerados no setor de serviços do Nordeste. Foram 14.426 vagas no saldo positivo, o que representa 62% dos empregos gerados na região. “O Governo do Ceará está, nesse momento, apresentando em conjunto com a Prefeitura de Fortaleza um forte pacote de benefícios ficais para implantação do hub no Ceará”, completou Pinho. 

 

A decisão da Latam será divulgada no fim deste ano. “Até lá, o Governo do Ceará seguirá lutando para trazer o hub e convida mais uma vez os cearenses a se juntarem nessa mobilização”, enfatizou o secretário. O investimento será de US$ 4 bilhões e deve gerar 10 mil empregos diretos e indiretos na cidade escolhida pela companhia aérea. Além disso, a cidade onde o hub for instalado irá receber 14 novos voos diretos para a Europa.

 

Informações: www.setur.ce.gov.br

 

 

CF

 

Deixe uma resposta