Projetos de infraestrutura devem ser cadastrados até sexta no Sincov

Propostas com solicitação de apoio do Ministério do Turismo devem ter valor mínimo de R$ 250 mil
Ponte Forte Redinha, em Natal (RN). (Foto: Ney Douglas/Divulgação MTur)

O prazo para o cadastramento de propostas de obras de infraestrutura turística no Sistema de Convênios do Governo Federal (Siconv) termina nesta sexta-feira (31), às 23h59. Até lá, gestores estaduais e municipais, empresas e consórcios públicos poderão solicitar apoio financeiro do Ministério do Turismo.

O intuito, aliás, é a realização de projetos de infraestrutura turística em todo o Brasil. O valor mínimo de cada projeto é de R$ 250 mil. Outros detalhes para a obtenção do apoio do MTur estão disponíveis na portaria nº 39/2017.

Além disso, o Programa de Infraestrutura Turística visa o desenvolvimento do turismo nos municípios brasileiros. Principalmente por meio de adequação da infraestrutura. De forma que permita a expansão das atividades turísticas e a melhoria da qualidade do produto para o turista, bem como a obtenção dos objetivos previstos no Plano Nacional de Turismo.

 

LEIA MAIS:
+ MTur lança vídeo do vencedor do Prêmio Braztoa de Sustentabilidade
+ MTur discute segurança e compartilhamento de dados com Polícia Federal
+ MTur vê com preocupação emendas aprovadas na MP 863/2009; entenda

“Apoiamos obras e projetos que melhoram a estruturação do turismo nos estados e municípios e geram emprego e renda para quem mora nos destinos. Esses recursos, disponibilizados via Siconv, são fundamentais para ampliação da oferta turística e a ampliação da qualidade dos serviços”, explica o secretário nacional de Estruturação do Turismo do MTur, Robson Napier.

Ademais, projetos apoiados por meio de emendas parlamentares de caráter impositivo não estão incluídos nessa etapa de inscrições. Os recursos para as propostas de obras cadastradas no Siconv serão provenientes da programação orçamentária do MTur.

Desde a criação do Ministério do Turismo, a pasta já destinou mais de R$ 10 bilhões para obras de infraestrutura. Os projetos vão desde intervenções pontuais em praças e outros atrativos turísticos até obras de grande porte.


Leia também:
Região Sul também ganha pacote de ações estratégicas para o Turismo
Pernambuco terá investimento de R$ 447 milhões com “Selo +Turismo”
Desregulamentação do transporte aéreo é debatida em audiência pública

Deixe uma resposta