Proteste lança estudo com efeitos da covi-19 no consumo

31% dos entrevistados tiveram alguma perda salarial e 16,2% perderam o emprego como resultado da pandemia

Segundo estudo realizado pela Proteste, Associação de Consumidores por meio do Departamento de Estatísticas do Grupo Euroconsumer, a covid-19 acarretou na redução de renda profissional (61,8%) e no cancelamento de eventos (41,5%).

A pesquisa realizada entre os dias 14 e 15 de março, com 108 pessoas do Rio de Janeiro constatou que aponta que a redução de renda profissional afetou em média R$ 1.389, 00 dos ganhos dos entrevistados, liderando a lista de principais causas de perdas financeiras.

Ao elencar despesas difíceis de lidar e essenciais, os consumidores escolheram parcelas do cartão de crédito (40%), assistência médica (30,9%) e atividades educativas (28,3%), além de gás, eletricidade e água (26,7%).

Sob o tem qualidade de vida, 56,3% dos entrevistados consideram que possuem uma qualidade de vida média, 26,4% pontuam como alta e 17,3% acreditam ter uma qualidade de vida baixa. Cerca de 59,8% dos entrevistados tiveram que recorrer as suas economias durante a pandemia. Apenas 11% informou que não possui economias.


Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui