Recife+: conheça o guia turístico LGBT e as novidades do destino

O Recife+ compila atrativos abertamente LGBT friendly e faz parte da estratégia da Secretaria de Turismo para fomentar o público no destino

RECIFE
O Guia Recife+ é digital e está disponível no Portal do Turismo do Recife e pode ser acessado por um QR Code — Foto: Dondinho/Setur Recife

Nesta terça-feira (10), a Secretaria de Turismo de Recife lançou o guia Recife+ destinado ao público LGBT. O documento disponibilizado virtualmente e espalhado em formato de QR Code pela cidade, compila pontos turísticos e estabelecimentos friendly para o consumidor. Em entrevista exclusiva ao Brasilturis Jornal, Cacau de Paula, secretária de Turismo de Recife, pontua os detalhes do material, além da reabertura de atrativos turísticos.

“Recife é conhecida como uma cidade LGBT friendly e estávamos querendo melhorar e organizar a experiência do turista LGBT. Por mais que digamos que tem muitos atrativos, quisemos organizar em um guia para mostrar como a gente acolhe e está preparado para receber o segmento. A intenção é ser uma opção na hora do turista escolher para onde vai nas próximas férias”, afirma.

No momento está em vigor uma campanha nacional de comunicação para apresentar o material. Segundo Cacau, os esforços para a promoção internacional serão feitos entre o final deste ano e o início do ano que vem, quando se espera que grande parte das fronteiras estejam reabertas.

“O mercado nacional é realmente muito atrativo para nós, porque acreditamos que é interessante ver o brasileiro redescobrindo o Brasil. Queremos nos posicionar no segmento e convidar as pessoas que já vieram a voltar para o destino”, declara.

Seguindo o planejamento de ações para fomentar recife como um destino LGBT, a executiva pontua ainda, que existe uma negociação em andamento entre a Secretaria de Turismo de Recife, Empetur e Alex Bernardes, idealizador do Fórum de Turismo LGBT do Brasil, evento datado para acontecer em 30 de setembro, no hotel Tivoli Mofarrej (SP).

“Temos interesse em participar porque o Fórum de Turismo LGBT do Brasil é o principal evento do nacionalmente, por isso, nos organizando em relação ao formato da participação”, complementa

Viva Recife

Outra novidade é a volta dos passeios do programa “Olha Recife”, os quais passarão a se chamar “Viva Recife” e continuarão sendo promovidos pela Prefeitura da cidade. A programação continuará com tour feitos a pé, em catamarã, de bicicleta e de ônibus. “São produtos muito procurados tanto pelo recifense, que está redescobrindo a cidade, quanto pelos turistas que têm mais uma opção. Temos os passeios regulares, como os do [Instituto Francisco] Brennand, de turismo criativo, tour da cerveja, tours diferenciados. Eu acredito que hoje temos de tudo, do turismo tradicional ao turismo criativo, a cidade está bem servida”, evidencia.

Conexão Recife

Em relação a malha aérea, a chegada da Itapemirim Transportes Aéreos (ITA) traz, nas palavras de Cacau, aquecimento pra o mercado nesse período de retomada do Turismo. “Ter um lançamento de uma companhia aérea [ITA] no Brasil, ainda dentro de uma pandemia, é um feito que traz esperança. Ela está a há dez dias em Recife e desde sua chegada já baixou mais de 20% o valor das passagens, além de democratizar o acesso e dar mais opções para as pessoas voarem. No país, ainda temos um número muito pequeno de voos por habitante. Nós que fazemos o turismo acreditamos que o Brasil ainda não chegou em seu potencial máximo e tem muito a crescer. Agora estamos construindo um novo Turismo no país”, declara.

No 1° semestre de 2021 o Aeroporto de Recife se posicionou entre os quatro maiores terminais aéreos mais movimentados do país, ficando atrás apenas de Guarulhos (SP), Campinas (SP) e Brasília (DF). “Hoje, somos hub da Azul e temos um terminal que foi estruturado para promover uma rápida conectividade, mas estamos estruturando um processo de reforma para ampliar a área do internacional em vista da nossa perspectiva de crescimento futuro. O hub da Azul te um papel muito importante na interiorização da conectividade do estado, como Caruaru, Serra talhada e Patos. O que eu acho mais interessante disso tudo é colocar essas cidades no mapa”, diz.

Deixe uma resposta