Recife foca em turismo de lazer e anuncia novos projetos

A nova gestão da Secretaria de Turismo de Recife atuará no fortalecimento do diálogo com o turista, além de apoio para o trade

recife

Nesta terça-feira (16), Cacau de Paula, nova secretária de Turismo do Recife (PE), falou sobre os planos da gestão para o fortalecimento do setor no destino, comunicação com o mercado e valorização dos atrativos. Em entrevista exclusiva ao Brasilturis Jornal, Cacau destacou a aposta no segmento de lazer como estratégia prioritária da pasta neste ano.

“A grande missão é focar no turismo de lazer e mostrar ao viajante os atrativos de nossa cidade. O Recife foi, por muitos anos, direcionado a trabalhar para o setor de negócios e eventos, o que garantia uma boa ocupação hoteleira. Entretanto, a pandemia de covid-19 impactou esse segmento, assim como ocorreu em vários outros destinos. Nosso mote será mostrar os nossos passeios, os museus, as nossas rotas e a nossa cultura, até porque o lazer se fortaleceu neste período”, afirma.

Desde que assumiu a gestão, Cacau vem se reunindo com o trade e ouvindo turistas sobre eventuais deficiências para ajudar a criar o planejamento. “Estou há dez anos no Turismo. Eu comecei no Recife CV&B, passei pela Empetur [Empresa Pernambucana de Turismo], fiz parte da gestão passada da Secretaria de Turismo e também tenho experiência na iniciativa privada. Fui muito bem recebida pelo trade e um dos meus objetivos é estar muito conectada com eles. Todas as quintas-feiras vou a um hotel para conversar com os empresa´rios e entender quais são as demandas. Essa troca tem sido muito boa”, destaca.

A secretária pontua que o foco no turismo de lazer esteve entre as solicitações apontadas pelo trade e que sua gestão atuará como parceira do Convention para manter a solidez e o desenvolvimento também para os segmentos de eventos e negócios, já que o destino conquistou uma demanda natural de viajantes desses nichos, por questões econômicas e geográficas.

Viva Recife

Dentre as ações em desenvolvimento pela pasta está a ampliação do programa “Olha Recife” – agora renomeado como “Viva Recife”. O projeto oferece passeios gratuitos para moradores e turistas, a fim de incentivar a vivência e aprendizado com a cultura recifense. “Estamos reestruturando o programa, iniciado na gestão passada, e queremos atingir não só o turista, mas também os moradores e as escolas. Desejamos que as crianças cresçam sabendo que moram em uma cidade turística, criando uma relação entre o habitante e a cidade. Para que ele saiba o que fazer e aonde ir”, evidencia.

No Instagram, o “Viva Recife” será uma conta dedicada a mostrar o destino para o consumidor. O novo perfil é inspirado no “Visit Recife”, com conteúdo voltado ao trade, destacando o melhor do destino. “Precisamos ter a nossa comunicação organizada para que as pessoas venham e façam o melhor uso da nossa cidade turisticamente e saiam daqui com uma boa experiência. Por isso, estamos criando um diálogo mais brando em nível regional e nacional para mostrar o que Recife tem a oferecer”, enfatiza.

Tanto a marca “Viva Recife” no Instagram quanto o projeto para o turista devem ser lançados oficialmente em 12 de março, dia do aniversário da cidade. A ação com passeios gratuitos está sendo planejada para operar com saídas mensais e semanais, dependendo do roteiro. A finalização do programa acontecerá assim que a logística estiver adequada aos protocolos de segurança no combate à transmissão e ao contágio da covid-19.

Turismo e criatividade

Ao lado de grandes cidades mundiais, Recife faz parte da Rede Internacional de Turismo Criativo (Creative Tourism Network), tornando-o referência mundial na categoria. Um dos diferenciais é que as atividades turísticas também são consumidas pela população local, dando um vislumbre do “dia a dia” do recifense.

O primeiro atrativo a desenvolver o turismo de base comunitária em área urbana é a Bomba do Hemetério, bairro que reúne história com o carnaval, além de suas tradições e gastronomia. Já na Ilha de Deus, localizada no centro de um dos maiores manguezais urbanos do Brasil, a atividade de pesca é o destaque. Passeios de catamarã pelo rio, oficinas de gastronomia e artesanato, intercâmbio social e circuitos pedagógicos são algumas das opções disponíveis.

Há ainda a opção de bike tour no Recife. O roteiro usa o sistema de bicicletas compartilhadas a La Ursa Tours para apresentar a cidade por pontos chave carnavalescos. A programação inclui declamação de poesias e canções de Carlos Pena Filho e Antônio Maria, homenagem a Naná Vasconcelos, saudações a Chico Science e Ascenso Ferreira, além de confecção de adereços e performances de frevo.

O ingresso na Creative Tourism Network é parte do Plano de Turismo Criativo do Recife (2019-2021) lançado pela Prefeitura do Recife em 2018. O documento oferece subsídios para que os empreendedores possam explorar o turismo criativo, enfatizando a cultura e história local.

Capacitação do mercado

Em relação aos treinamentos, Cacau de Paula afirma que eles ocorrerão inicialmente para destinos geograficamente mais próximos. “Em um primeiro momento trabalharemos com as cidades mais próximas seguindo a tendência da pandemia, pois as pessoas estão se deslocando até 400 quilômetros de sua moradia. A partir do momento em que pudermos realizar eventos de maior porte voltaremos com os nossos roadshows para os nossos principais mercados, como São Paulo e Belo Horizonte”, finaliza.

Deixe uma resposta