Recife promove turismo de experiência e cresce em captação de turistas

Hoje, o tanto o turismo corporativo quanto o de negócios representam 50% da atração de visitantes na capital pernambucana
Ana Paula Vilaça, secretária de turismo Recife

Reconhecida como a Capital da criatividade, Recife (PE) destacou a cultura, o turismo de experiência, as atividades de lazer e o crescimento de turistas, na 47° Abav Expo em São Paulo.

“Anteriormente, Recife vivia do turismo de negócios. Hoje, nosso objetivo é mostrar que temos muitas opções de lazer. Quem vai para lá fica muito satisfeita com a experiência, indica para os amigos e sempre quer voltar”, afirma Ana Paula Vilaça, secretária de turismo Recife.

De acordo com Ana Paula, durante a semana o turismo corporativo é responsável por cerca de 70% da ocupação na cidade, no entanto, aos finais de semana o turismo de lazer chega a ser responsável por até 100% dos turistas.

“Quando o turista pensa em ir para o Nordeste, a primeira coisa que vem à cabeça dele é sol e mar. Em Recife, não só temos praias como também gastronomia, música e cultura, e é isso o que nos diferencia dos demais destinos”, afirma a secretária.

LEIA MAISPeru leva roadshow a Curitiba, Fortaleza e Recife a partir de segunda (19)Recife promove destino em capacitação na capital paulistaRecife promove roadshow nos principais mercados nacionais; confira

Para aqueles que desejam ir à praia, Boa Viagem é um dos destaques. A cidade disponibiliza ainda, centros de atendimento aos turistas para a orientação sobre a fauna e flora local.

Para promover o turismo de experiência, programas como a Ilha de Deus envolvem o turista com a comunidade. Dentre as atividades, a pesca e o cultivo compartilham os costumes da população e colaboram com desenvolvimento econômico regional, além de promover a conscientização ecológica.

Para aqueles que quiserem se interagir com a música e a dança, o bairro da Bomba do Hermitério é o polo que concentra mais manifestações artísticas de Recife. Lá, o turista pode participar de oficinas, tocar instrumentos e acompanhar a concentração dos blocos de carnaval.

Segundo Ana Paula, anualmente a capital recebe 3 milhões de visitantes, setor este que não foi afetado pela crise econômica e com a expansão da malha aérea, continua aumentando. Com a conexão Recife-Buenos Aires, o número de argentinos cresceu mil porcento.

“Quando um turista pensa em um lugar para viajar, uma das preocupações é como chegar. Recife é a única capital com voos para todas as outras capitais brasileiras, temos mais 30 conexões nacionais e 13 internacionais”, enfatiza a secretária.

LEIA MAISAzul anuncia voos diários do Rio Grande do Norte para Recife e CampinasE-HTL Viagens roadshow em Recife (PE) para 65 agentesAzul anuncia nova frequência semanal de Viracopos para Bariloche

Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui