Rio de janeiro investe R$ 8 milhões em obras no sambódromo

A primeira fase das obras cumpriu as exigências do Ministério Público do Estado e do Corpo de Bombeiros

Carnaval
Foto: reprodução

Na última segunda-feira (22), a prefeitura do Rio de Janeiro anunciou que as obras do sambódromo entrarão na segunda fase com aporte de R$ 8 milhões do Governo Federal via Ministério do Turismo.

A obra, que visa a obtenção definitiva do Certificado de Autorização pelo Corpo de Bombeiros, integra as frentes estruturais e elétricas e prevê o plano de emergência contra incêndio e pânico, instalação de hidrantes, chuveiros automáticos, sistema de bombas e sistema de proteção contra descargas atmosféricas.

Primeira fase

Cumprindo as devidas exigências do Ministério Público do Estado e do Corpo de Bombeiros, a Riotur concluiu a primeira fase das obras junto com a Rioluz e a Rio-Urbe, obtendo a autorização específica para a realização do Carnaval Rio 2020.

A fase pré-carnavalesca durou três meses e envolveu a implementação de normas de combate à incêndio e pânico, a parte elétrica e a reforma estrutural além da recuperação das arquibancadas com o tratamento químico nas ferragens e armação e troca de argamassa nos pontos vulneráveis.

Houve também a instalação de 1572 novos degraus, sendo eles intermediários para melhor acessibilidade em todas as arquibancadas; reparos das juntas de dilatação; pinturas dos pisos das arquibancadas; intervenção da parte estrutural interna e a recuperação e pintura dos guarda corpos.

Foram implementadas  medidas de combate a incêndio e pânico, como a pintura das áreas de escape na cor amarela, instalação de luzes de emergência, instalação de 1345 das placas de sinalização de emergência, aquisição dos extintores de incêndio e brigada de incêndio disponível no local no período carnavalesco.


Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui