Royal Caribbean terá 3º navio de classe “eco-friendly” em 2025

Em 2016, a Royal Caribbean International anunciou que os navios da classe Icon seriam movidos a gás natural liquefeito (GNL)

0
A nova classe da Royal Caribbean será um marco na sustentabilidade, devendo emitir gases mais limpos do que os de navios atuais (Foto - Divulgação)
A nova classe da Royal Caribbean será um marco na sustentabilidade, devendo emitir gases mais limpos do que os de navios atuais (Foto - Divulgação)

A Royal Caribbean Cruises irá ampliar ainda mais sua frota. A empresa encomendou seu terceiro navio da classe Icon, com entrega para 2025, se unindo a outras duas embarcações que já haviam sido encomendadas e serão entregues em 2022 e 2024, respectivamente.

Em 2016, a Royal Caribbean International anunciou que os navios da classe Icon seriam movidos a gás natural liquefeito (GNL) e introduziria o uso da tecnologia de células de combustível, assim reduzindo drasticamente as emissões de gases de efeito estufa.

O uso das novas tecnologias resultará em emissões mais limpas, já que elas não produzem enxofre e reduzem significativamente a produção de óxidos e partículas de nitrogênio.


LEIA MAIS

+ Royal Caribbean investirá US$ 165 milhões em ampliação do Oasis
+ Royal Caribbean recebe o Spectrum of the Seas; conheça o navio
+ Royal Caribbean investirá US$ 337 milhões em nova sede em Miami

“Projetamos uma classe de navios que aproveita as mais recentes aplicações ecologicamente corretas. Acreditamos que a construção naval inovadora pode reduzir nossa pegada de carbono e aumentar a eficiência energética para ajudar a construir um futuro mais limpo”, afirmou Richard Fain, presidente da Royal Caribbean Cruises.

“Estes são tempos empolgantes para a Royal Caribbean, e temos um parceiro incrível em Meyer Turku para dar vida a três navios que formarão uma classe notável”, disse Michael Bayley, presidente e diretor executivo da Royal Caribbean International.

“A Royal Caribbean mostra-se mais uma vez inovadora e detentora de visão e inteligência ambiental sem precedentes, apresentando mais um navio com sua construção baseada nas novas tecnologias de energia limpa visando a preservação ambiental”, disse Ricardo Amaral, presidente e CEO da R11 Travel, distribuidora exclusiva da cruzeirista no Brasil.


Leia Também:

Seven Seas Navigator realiza 1º cruzeiro após revitalização; veja
Costa Diadema percorre Itália, França e Espanha durante verão europeu
PWC registra aumento de 23% na capacidade de cruzeiros na Bahia em 2017

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here