Salvador continua na moda

Por Gorgônio Loureiro

Carnaval é um grande termômetro para avaliar a importância da Bahia, e, notadamente Salvador como destino turístico no Brasil. A cidade pode viver diversos tipos de percalços estruturais, promocionais, mas ainda é um poço aonde o Brasil vem beber nas suas diversas fontes de lazer e cultura. Na musicalidade da cidade de onde surgem a cada ano  ritmos emergentes das praias, dos guetos, das mentes de pessoas que cantarolam duas ou três palavrinhas que viram hits (quase sempre de gosto duvidoso) e celebridades na Bahia para o Brasil. Geralmente são estrelas meteóricas que duram apenas um Carnaval. Porém neste curto período, estas estrelas brilham e ultrapassam as fronteiras do estado e do país, levados pelas bocas e lembranças dos turistas.

A Bahia exporta cultura para enredos de escolas de bamba no Rio de Janeiro (Ivete Sangalo) e São Paulo(Salvador e Mãe Menininha), como também empresta personagens da música (Gil, Bethânia, Caetano e Carlinhos Brown), para ilustrarem os enredos figurativos das escolas nas duas cidades. Por tudo isso, por toda importância que a Bahia historicamente representa para o cenário turístico do Brasil, seus atrativos na cultura, lazer, musical, gastronomia, natureza, transborda para outras regiões e países fazendo que com que a Bahia continue na moda, ainda capaz de atrair no verão e carnaval mais de 750 mil turistas injetando acima de 1.7 bilhões na economia de Salvador.

 

Deixe uma resposta