Santa Catarina foca no turismo rodoviário e estimula medidas de saúde

Segundo Fábio Farber, gerente de Promoções de Santa Catarina, há muito potencial no turismo rodoviário, sobretudo no próprio veículo

Santa Catarina turismo rodoviário
Fábio Farber, gerente de Promoção do Turismo de Santa Catarina

Foz do Iguaçu (PR) – O turismo rodoviário vem consolidando seu espaço e, apesar de não substituir a força do aéreo, vem se tornando a aposta constante de Santa Catarina, que esteve presente no 15º Festival das Cataratas, que ocorreu entre os dias 2 e 4 de dezembro, no Rafain Palace Hotel.

Segundo Fábio Farber, gerente de Promoção do Turismo de Santa Catarina, está previsto um reboot no setor logo assim que o Turismo puder retomar, seja com um cenário mais otimista ou com a vacina.

“As pessoas estão sendo privadas de viajar e, quanto mais se priva, com mais vontade em viajar elas ficam. Será o eixo econômico que tende a responder mais rápido. Por isso, estamos tratando o mercado, principalmente em locais onde conseguimos desenvolver o rodoviário”, comenta o profissional, que destaca que, segundo o Ministério do Turismo (MTur), cerca de 80% do fluxo de turistas do sul permanece na região.

Ainda de acordo com o profissional, há um trabalho constante, também, na questão de biossegurança e reforça o selo Safe Travels, conquistado pela World Travel & Tourism Council (WTTC). Além de ser um trabalho por parte da gestão pública, há uma atuação em fazer com que as empresas privadas também deixem claro seu apoio e sua responsabilidade para com o momento atual.

“Por isso criamos o selo Viaje+SC para as empresas. Quanto mais ela galga em novas práticas, mais ela vai evoluindo, indo do selo bronze até o ouro, com este último representando o ápice de implementação das práticas de segurança”, detalha.

Aos poucos, a aviação retorna, conforme lembra Farber. Segundo ele, recentemente Florianópolis retomou seus voos para Porto Alegre e Belo Horizonte, com este último se destacando, sobretudo, na taxa de ocupação. “BH voltou com um índice muito bom, que chega a 85%”, comemora.

Enquanto o aéreo não retoma com força total, Santa Catarina apoia o turismo rodoviário, com foco, também, nas viagens dentro do seu próprio veículo. “É aquela viagem dentro do seu próprio grupo familiar, para que não haja a expansão do contato com outras pessoas. É uma ação de divulgação que estamos fazendo, mostrando que há outros destinos turísticos no estado”, pontua.

Essa ação, obviamente, afeta as locadoras de veículos e, de acordo com o gerente de Promoções, essas empresas já contam com altos índices de ocupação para o final do ano. “É uma informação extra oficial. Não há um estudo sobre isso. É mais uma questão de feedbacks e de feeling”, conclui.

Deixe uma resposta