São Paulo e suas Faces é lançado durante WTM

Conhecer a história de uma cidade e os processos que deram origem à sua formação é muito importante para compreender os dias atuais. Mas também é essencial saber quem foram os povos que fizeram parte do desenvolvimento de um município, especialmente quando se trata de uma metrópole multifacetada como São Paulo.

Esta é a contribuição do novo Roteiro Temático “São Paulo e suas Faces”, material que foi lançado hoje oficialmente pela São Paulo Turismo (SPTuris, empresa municipal de turismo) no estande cooperado de São Paulo durante a feira WTM – World Travel Market Latin America, que acontece de 4 a 6 de abril.

Dos portugueses que começaram a colonização do território, passando pelos imigrantes italianos, alemães, japoneses, o material menciona ainda grupos de origem árabe, chinesa, do Leste Europeu, entre outros.

“A diversidade presente na capital paulista a torna uma cidade global e cosmopolita, uma cidade do mundo”, ressalta David Barioni, presidente da SPTuris. Segundo ele, esse novo guia é a cara da capital paulista, que é a mistura de várias culturas imersas na cultura brasileira. “E é essa característica que faz de São Paulo tão única”, completa.

Com tantas faces ocupando o espaço, criaram-se bairros famosos por concentrarem imigrantes, como os italianíssimos Bixiga e Mooca ou a região paulistana-oriental da Liberdade. Outros legados desses povos foram construções que tornaram-se pontos turísticos como o Edifício Itália, centros culturais, igrejas como a Catedral Ortodoxa e eventos tradicionais como a Feira Cultural da Praça da Kantuta, reduto de bolivianos.

A tiragem do material “São Paulo e suas Faces” é de três mil exemplares – sendo metade português-inglês e a outra parte português-espanhol –, que serão distribuídos nas Centrais de Informação Turística (CITs) e em eventos.

Equipe da Redação

Deixe uma resposta