São Paulo investe mais de R$ 1,7 bilhão em melhoria de rodovias

O novo programa de São Paulo prioriza a retomada da economia nacional, apesar da pandemia da covid-19, contemplando mais de 150 estradas em todo o Estado

Por meio do programa Estrada Asfaltada, João Doria, governador de São Paulo e Rodrigo Garcia, vice-governador anunciaram o investimento de mais de R$ 1,7 bilhão em melhoria de rodovias em todo o estado.  Com conclusão prevista para o final do ano, serão realizadas 150 obras de modernização, atendendo 2.300 quilômetros de vias em 196 cidades do interior e do litoral.

“Na totalidade dos investimentos já anunciados, tanto no programa Estrada Asfaltada quanto do Novas Estradas Vicinais, o Governo de São Paulo está investindo mais de R$ 4 bilhões em obras e melhorias. É o maior investimento em asfalto e em recuperação de estrada da história do estado”, disse Doria. As obras consistem em recapeamento do asfalto e implementação da nova sinalização, dando início à nova matriz logística implementada pela Secretaria de Logística e Transportes.

Esses investimentos dão início à nova matriz logística implementada pela Secretaria de Logística e Transportes. As mais de 150 obras do Estrada Asfaltada são tecnicamente chamadas de conservação especial, manutenção de vias que consiste em recape e implantação de nova sinalização das rodovias. “Estamos com o maior programa de recuperação de estradas da história em São Paulo. Até o final do ano, muitas destas obras já serão entregues”, afirmou o vice-governador.

O novo programa prioriza a retomada da economia nacional, apesar da pandemia da covid-19. “A boa qualidade das rodovias impacta diretamente na redução de acidentes e, ao mesmo tempo, melhora a distribuição logística e aumenta o PIB paulista”, completou o Secretário de Logística e Transportes, João Octaviano Machado Neto.

Região da Grande São Paulo

Só na DR 10 (Diretoria Regional do DER), de São Paulo, são oito obras de conservação que atingem mais de 69,4 kms em melhorias e R$ 111 milhões de investimento. O montante beneficia 12 municípios:

– SP 332, com 21,8 kms, em Caieiras e Franco da Rocha. Valor estimado: R$ 36.638.216,83;
– SP 148, com 4,5 kms, em São Bernardo do Campo. Valor estimado: R$ 11.147.604,17;
– SP 029, com 8,6 kms, em Jandira, Itapevi e Cotia. Valor estimado: R$ 13.642.617,06;
– SP 122, com 7,9 kms, em Ribeirão Pires, Rio Grande da Serra e Santo André. Valor estimado: R$ 12.278.287,52;
– SP 274, com 4,6 kms, em Jandira e Itapevi. Valor estimado: R$ 5.868.909,49;
– SP 312, com 6,5 kms, em Santana de Parnaíba. Valor estimado: R$ 11.891.586,76;
– SPA 042/332, com 1,5 kms, em Franco da Rocha. Valor estimado: R$ 3.184.371,58;
– SPA 052/03, com 14 kms, em Ribeirão Pires e Mauá. Valor estimado: R$16.471.168,59

Cronograma

Conforme os técnicos do DER explicaram em audiência pública virtual em maio, o novo edital deve ser publicado até julho e a previsão é que os serviços sejam iniciados até o final deste ano. O prazo de conclusão das obras varia de quatro a 14 meses Após publicação da licitação no Diário Oficial do Estado, o edital poderá ser consultado pelo site do DER, mas sua versão completa deverá ser obtida somente na sede do órgão (na avenida do Estado, nº 777, na capital), com CD para gravação ou pendrive.

Deixe uma resposta