São Paulo recebe mirante de vidro em abril; conhece o Sampa Sky

A atração ficará a 170 metros de altura no Mirante do Vale. A ideia é que o Sampa Sky seja um dos principais pontos turísticos de São Paulo

São Paulo Sampa Sky
Foto: reprodução

A partir da segunda quinzena de abril, a cidade de São Paulo contará com o atrativo Sampa Sky, dois decks de vidro retrátil alocado no 42º andar do Mirante do Vale, um voltado para a face sul – vista do Vale do Anhangabaú sobre o Viaduto Santa Efigênia; e outro para a zona leste, que fica sobre a Av. Prestes Maia.

São Paulo - Sampa Sky
Imagens do Sky Deck em Chicago, atração que serviu de inspiração para a criação da versão paulista. Foto: reprodução

A capacidade permite receber até 400 pessoas simultaneamente. Para a inauguração e nos meses seguintes, esse número será reduzido atendendo as normas de segurança indicas pelos órgãos competentes. O funcionamento será das 10h às 20h, diariamente. Os ingressos serão vendidos na plataforma Sympla, com períodos de visitação de 30 minutos.

A atração ficará a 170 metros de altura. A ideia é que o Sampa Sky seja um dos principais pontos turísticos da cidade, atraindo também os moradores de São Paulo. Um café vai funcionar logo na entrada do andar. O espaço, com o total de 700m², vai funcionar também para eventos corporativos e sociais.

O projeto foi idealizado pelo chef André Berti, após visitar o Sky Deck em Chicago (EUA), no 103º andar da Willis Tower. A ideia foi apresentada para o advogado Antônio Carlos da Relva Caldeira, proprietário do 42º andar do Mirante, que chamou o publicitário Alessandro Martineli para sociedade na empreitada, focando em desenhar a estrutura de negócios e marcas que farão a composição do futuro do empreendimento.

Deixe uma resposta