Setur-SP libera R$ 70,5 milhões para o turismo de São Paulo

Os recursos da secretaria de Turismo de São Paulo foram repassados aos municípios para pagamentos de obras em andamento neste primeiro semestre de 2019

0
Vinícius Lummertz, Secretário de Turismo de São Paulo
Vinícius Lummertz, Secretário de Turismo de São Paulo

A Secretaria de Turismo de São Paulo (Setur-SP) liberou R$ 70,5 milhões para 97 cidades turísticas do estado, nesta primeiro semestre. Para as estâncias, houveram 186 repasses (R$ 63 milhões) e 69 repasse (R$ 7,5 milhões) para os Municípios de Interesse Turístico (MITs).

Os repasses da Setur-SP são, majoritariamente, para obras para infraestrutura que, de acordo com o órgão, são os principais aliados do turismo paulista sempre com foco no aumento do fluxo de visitantes.

Os objetos dos convênios do turismo de São Paulo são diversos, como revitalização e reforma de estádio e entorno; colocação de sinalização turística nas ruas dos municípios e comunicação visual dos atrativos turístico, entre outros.

“aceleramos o ritmo das nossas ações, propiciando condições para que nossas cidades possam desenvolver suas ações de turismo e assim beneficiar tanto moradores quanto visitantes”, afirmou o secretário Vinicius Lummertz.

“Nosso propósito é que os municípios, com planificação e pelos convênios com a Secretaria estadual de Turismo, estejam melhor preparados para aumentar o fluxo turístico”, concluiu Lummertz.


LEIA MAIS

+ São Paulo espera renovar com a Fórmula 1 em junho
+ São Paulo é o destino nacional mais procurado para as férias de julho
+ Lummertz quer estradas com atrações e rentabilizar patrimônios públicos

Os municípios atendidos foram os seguintes:

Estâncias – Águas da Prata, Águas de Lindóia, Águas de Santa Bárbara, Águas de São Pedro, Aparecida, Atibaia, Avaré, Barra Bonita, Batatais, Bertioga, Bragança Paulista, Brotas, Caconde, Campos do Jordão, Campos Novos Paulista, Cananéia, Caraguatatuba, Cunha, Eldorado, Guaratinguetá, Guarujá, Holambra, Ibitinga, Igaraçu do Tietê, Iguape, Ilha Solteira, Itanhaém, Itu, Joanópolis, Lindóia, Mongaguá, Monte Alegre do Sul, Morungaba, Nuporanga, Olímpia, Paraguaçu Paulista, Paranapanema, Pereira Barreto, Peruíbe, Piraju, Poá, Presidente Epitácio, Ribeirão Pires, Salto, Santa Fé do Sul, Santa Rita do Passa Quatro, Santo Antônio do Pinhal, Santos, São José do Barreiro, São Luiz do Paraitinga, São Pedro, São Sebastião, São Vicente, Serra Negra, Socorro e Ubatuba.

Municípios de Interesse Turístico – Altinópolis, Barbosa, Brodowski, Buritama, Cachoeira Paulista, Cruzeiro, Estiva Gerbi, Guararema, Iacanga, Itaóca, Itapira, Itápolis, Laranjal Paulista, Lençóis Paulista, Limeira, Lins, Mairiporã, Mira Estrela, Monte Alto, Novo Horizonte, Orlândia, Ouroeste, Panorama, Patrocínio Paulista, Rancharia, Registro, Ribeirão Grande, Rifaina, Rosana, Rubinéia, Sabino, Sales, Santo Antônio da Alegria, Santo Expedito, São Bento do Sapucaí, São Simão, Tabatinga, Tambaú, Tapiraí, Uchoa e Votuporanga.


Leia Também:

Espírito Santo inicia temporada de observação de baleias
Porto Rico registra índices recordes no 1º semestre; confira
Mtur do Uruguai lança Guia de Turismo Familiar; conheça

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here