Sebrae oferta capacitação gratuita por meio do Whatsapp; confira

O Sebrae oferece 15 cursos online e gratuitos pelo Whatsapp divididos por temas como Marketing, Planejamento e Gestão e Finanças

Sebrae

Com o uso de inteligência artificial, está disponível no Sebrae, cursos online ministrados por meio de chatbots pelo Whatsapp. O serviço atende a demanda de pequenos empresários. Até o momento, já foram identificadas mais de 3 milhões de interações em um dos 15 cursos disponíveis gratuitamente.

Os conteúdos estão divididos por temas: Finanças; Marketing; Planejamento e Gestão; Perfil do Empreendedor; Abertura, fechamento e crescimento da empresas, ou trilhas de conhecimento: Economia Criativa, Super MEI: primeiros passos; Super MEI: organize seu negócio e Super MEI: pronto para crescer).

“É uma arquitetura robusta e complexa para a TI, mas simples para o cliente do Sebrae. Hoje eu desconheço quem usa solução desse nível para ministrar curso com chatbot em nuvem auto escalável em um ambiente seguro aderente a LGPD, por meio de uma conta única”, afirma Ricardo Medeiros, arquiteto de software do Sebrae.

Os cursos incluem o uso de vídeos, textos, imagens e testes interativos com perguntas e respostas. A interação com o usuário é feita dentro do aplicativo de mensagens por meio de uma arquitetura integrada ao autenticador do Sebrae, Amei, que identifica se o usuário já é cadastrado ou o direciona para a criação de uma conta única.

Para entender o que o usuário quer e qual curso deseja fazer, a arquitetura criada pelo Sebrae utiliza o Watson, a solução de inteligência artificial da IBM, integrada ao autenticador da instituição. Além disso, a arquitetura criada funciona com o uso dos recursos da nuvem do GCP (Google Cloud Plataform) como por exemplo, o armazenamento de arquivos e certificados no Google Storage.

“Do ponto de vista econômico, a arquitetura cloud native é paga conforme a utilização, então essa infraestrutura de nuvem aumenta ou diminuiu conforme a demanda, de forma automática sem perda de performance, pois os recursos computacionais são adaptáveis”, explicou.

Durante a imersão no curso, os usuários vão recebendo pílulas de informações com feedbacks sobre a evolução no aprendizado. Caso a pessoa desista do curso, a solução também consegue identificar e interagir para que ela volte a dar atenção ao conteúdo.

“É uma solução ímpar e diferenciada. Além da tecnologia, o material dos cursos foi adaptado pela equipe de negócios do Sebrae. A pessoa pode fazer curso de qualquer lugar sem custo adicional. Os vídeos e imagens são leves para otimizar o uso dos dados do celular do usuário com o menor custo possível nas transferências de informações”, ressalta.

Deixe uma resposta